O filme “Aniquilação”, previsto para ser lançado no Brasil em 12 de março, tem impressionado a audiência nos EUA com a saga da exploração de Brilho (Shimmer, em inglês), um mundo dentro dentro do nosso que tem vidas independentes.

Uma artista parece estar canalizando a experiência do brilho retratado no filme, só que usando placas de petri (recipiente cilíndrico usado em laboratório).

Cientistas revelam pintura escondida em obra-prima de Picasso e outros segredos
Este artista japonês dispensa o pincel e pinta com o Microsoft Excel

A série “Petrified Rainbow” da artista Josie Lewis usa resina e componentes químicos para criar experimentos coloridos dentro de placas de petri. Lewis disse ao Gizmodo que cada imagem criado é meio que uma aposta: ela basicamente joga tinta e resina na placa, veda, balança e espera para ver o resultado.

“Eu não consigo ver o que está acontecendo durante o processo. Só consigo ver o resultado 12 horas após a solução formada estiver completa, para poder colocá-lo em moldes”, disse Lewis. “Eu as chamo de supernova de petri, pois estava usando moldes, e elas se parecem bastante com placas de petri com fungus estranhos crescendo nela. E também parecem ser o que eu imagino que tenha sido o Big Bang.”

Quando perguntada sobre o que as imagens provocam nela, Lewis diz que elas lembram “a superfície de planetas aliens e as escamas da cauda de uma sereia”, e que elas parecem combinar biologia e futurismo.

Lewis conta que algumas pessoas dizem a ela que a arte lembra o filme “Aniquilação”, e que faz sentido. Brincando com a situação, ela ainda zoou afirmando que “as pessoas de Aniquilação estão me olhando” — fazendo referência às criaturas escondidas no mundo retratado pelo filme. Provavelmente, não. Porém, estou ansiosa para ver as próximas obras de arte que ela faz em placas de petri. Você pode dar uma olhada no trabalho abaixo ou diretamente no Instagram da artista.

Aiko

Artemis

Avalon

 

Arnot

Todas as imagens por Josie Lewis