Há pelo menos oito anos, desde que lançou o Windows 8, a Microsoft tenta acabar com o visual antigo do Painel de Controle. É um caso de ame ou odeie: tem gente que prefere o design clássico com aquela central dividida em cards, enquanto outros usuários já se acostumaram com a seção de configurações mais enxuta do Windows 10. Se você está no primeiro grupo, sinto em informar que a empresa deu mais um passo para enterrar de vez a interface “velha” da plataforma, e isso inclui o Painel.

Não que houvesse muita coisa para mudar, sejamos sinceros. Nas últimas atualizações, o Windows foi adotando um visual mais limpo e padronizado, sem aquele monte de itens coloridos e com símbolos personalizados. O Painel de Controle é um dos últimos resquícios dessa era, e em um dos updates mais recentes, lançado no mês passado, a Microsoft dificultou ainda mais o acesso ao Painel, que está mais próximo de seu fim iminente.

De acordo com usuários do Programa Insider, que testa novos recursos antes de serem lançados para público geral, ao tentar abrir certas áreas do Painel de Controle, o sistema redireciona automaticamente para as seções da versão mais moderna do Windows. Por exemplo, ao abrir em Painel de Controle > Sistema e Segurança > Sistema, a janela redireciona para Configurações > Sistema > Sobre, que é o equivalente atual das antigas páginas.

O mesmo se aplica à seção para adicionar ou remover programas, que também tinha uma área dedicada no Painel. A mesma função está disponível no menu moderno. Além disso, a Microsoft já estaria bloqueando atalhos e aplicativos de terceiros que ainda estão sendo usados para acessar a interface antiga do Painel de Controle.

Tanta mudança seria explicada pelo fato de que a Microsoft quer padronizar o Windows para diferentes aparelhos e telas, em especial dispositivos com painel sensível ao toque. É certo que houve uma demora considerável de oito anos, mas é totalmente compreensível levando em consideração que muita gente das antigas talvez não aceitaria uma alteração tão brusca. Por isso, foi necessário um passo de cada vez.

Então não tem muito o que fazer: o jeito é se acostumar com o layout mais limpo e sem muita firula da nova página de configurações. Descanse em paz, velho amigo.

[Windows Latest, SlashGear]