Painéis publicitários estão espalhados por toda parte. Porém, um em específico tem chamado a atenção por fazer mais que só exibir uma marca. Trata-se de um feito pela Cargo Collective, instalado em ruas do Rio de Janeiro, que atrai mosquitos para depois matá-los. A ideia é ajudar no combate à disseminação do zika vírus.

>>> O projeto do mosquito “Aedes do Bem” transgênico está se expandindo

O painel foi idealizado pelas agências de publicidade Postercope e NBS, e ele funciona como uma armadilha. Ele emite um mistura de ácido lático com dióxido de carbono, substâncias que emulam o suor e a respiração humana, para trazer mosquitos até o local. Segundo os idealizadores, essa mistura pode atrair insetos a uma distância de até 4 km.

Há ainda luzes fluorescentes, que ajudam a chamar a atenção dos mosquitos, e uma espécie de sugador que fica na altura média em que o inseto voa (aproximadamente 1,2 metros). Ele, então, é absorvido pelo dispositivo e lá fica preso até morrer desidratado.

Por enquanto, há apenas dois painéis no Rio de Janeiro. No entanto, as agências responsáveis pela ação disponibilizaram o projeto em Creative Commons, possibilitando que qualquer pessoa possa reproduzir um desses. Em média, a construção de um desses custa ao todo cerca de R$ 700.

Este não é a primeira iniciativa na guerra contra mosquitos, cujos meios são os mais diversos possíveis. Há, inclusive, mosquitos machos geneticamente modificados que estão sendo usados para “esterilizar” fêmeas. Quanto ao painel, com certeza, não vai ser ele que vai acabar com a epidemia do vírus zika, mas não deixa de ser uma ótima ideia.

[Gizmodo US e Cargo Collective via BBC]