O segundo filme de “Pantera Negra” está envolvido em algumas polêmicas, as principais com a atriz Letitia Wright. A intérprete de Shuri, uma das protagonistas da trama, segue se recusando a tomar a vacina contra a Covid-19, mas agora resolveu pisar forte: prefere sair da Marvel a tomar o imunizante.  

Em agosto de 2021, ela sofreu um ferimento no set de “Pantera Negra 2” e, devido à gravidade, as filmagens foram adiadas para sua recuperação. Agora, de acordo com o Giant Freakin Robot, fontes afirmam Letitia prefere deixar o Universo Cinematográfico da Marvel (MCU) do que ser obrigada a se vacinar. 

Retomada prevista para 2022

A produção do longa acreditava que a atriz havia sofrido uma lesão leve, mas o caso era mais grave. Com isso, as gravações foram adiadas para 2022, enquanto ela se recupera. A data de lançamento do filme dirigido por Ryan Coogler está marcada para 11 de novembro de 2022.

Por ser britânica, Letitia deixou os Estados Unidos para se recuperar em seu país. Agora, com essa negativa para se vacinar, ela não poderá retornar ao país das filmagens para encerrar suas cenas. Isso levou a muitas questões em torno de seu futuro como Shuri.

A previsão é que as gravações voltem em janeiro, porém, por conta de Letitia, a produção pode atrasar mais. Caso a atriz, favorita o manto de Pantera Negra após a morte de Chadwick Boseman, se mantenha irredutível, os roteiristas podem ser obrigados a buscar soluções.

Foto: Divulgação/Marvel Studios

Vídeo contra vacina

Em 2020, Letitia Wright publicou um vídeo anti vacina de 70 minutos nas redes sociais em que Tomi Arayomi, autonomeado “profeta”, afirma que “chips RFID poderiam ser implantados nos imunizantes”. Embora a própria atriz ainda não tenha divulgado publicamente seu status de vacinação, tanto o The Hollywood Reporter quanto a Newsweek ouviram de suas fontes que ela não foi vacinada. 

Filme premiado

Indicado para sete categorias do Oscar, entre elas o de melhor filme, “Pantera Negra” arrecadou US$ 1,3 bilhão (mais de R$ 7,2 bilhões pelo câmbio atual) em todo o mundo.

Em julho, a Disney, detentora dos estúdios Marvel, emitiu comunicado informando que funcionários que trabalham em qualquer uma das instalações da empresa devem estar totalmente vacinados. Será exigida prova de vacina para todos. 

Mas a regra parece não ter se aplicado a “Pantera Negra: Wakanda Forever”, pelo fato do filme já estar em andamento.  A Marvel não se pronunciou sobre a notícia até o momento.