Você costuma fazer atividade física diariamente? Bom, se você passa mais de entre 11 e 12 horas por dia sentado trabalhando ou estudando, talvez não seja suficiente.

Cientistas alertam que ficar muito tempo sentado é prejudicial à saúde e nem mesmo os 30 minutos de atividades diárias, que são recomendados, podem superar o impacto. Leve em conta que o dia tem 24h. Apenas 30 minutos representam 2% do seu dia.

“Não é tão simples quanto marcar a caixa de exercícios na lista de tarefas. Um estilo de vida saudável requer mais de 30 minutos de exercício se você passar muito tempo sentado”, disse Sebastien Chastin, autor do estudo e professor da Universidade Caledônia de Glasgow, Reino Unido, ao The Conversation.

Na pesquisa publicada na British Journal Of Medicine, os pesquisadores combinaram seis estudos diferentes do Reino Unido, Estados Unidos e Suécia, e observaram 130 mil pacientes adultos, com idade média de 54 anos, por um período de quatro a 14 anos para monitorar a atividade física e quanto tempo essas pessoas ficavam sentadas.

Os resultados já eram esperados. As pessoas que passavam menos de sete horas por dia sentadas tinham o risco de morte precoce reduzido em até 80%. Para aqueles que se sentaram muito, mas praticavam ao menos 30 minutos de exercícios diários, se combinados com quatro a cinco horas de movimentos leves por dia (como fazer compras, cozinhar ou trabalhar no quintal) — gastando menos de 11 horas sentadas, o risco de morte foi reduzido em 30%.

Para aqueles que seguem à risca os exercícios diariamente, as descobertas mostram que tirar um tempinho para praticar atividade física não é suficiente se o resto do dia você permanecer sedentário, ou praticar atividades por pouco tempo.

Se você quer manter uma vida saudável, é necessário movimentar-se mais. Chastin disse à publicação que as atividades que podem melhorar a saúde são simples e estão presentes no dia a dia. Práticas como ir ao mercado, varrer a casa, colocar roupas no varal, até mesmo cozinhar ou cuidar do jardim, combinadas com outras atividades podem preencher a “cota do dia” e ajudar a sua saúde. Além de reduzir o risco de morte, atividades físicas podem reduzir o risco de doenças cardíacas.

Todavia, o estudo ressalta que, durante o processo de acompanhamento dos pacientes, eles chegaram à conclusão que seis minutos de atividade leve foi equivalente a um minuto de exercício intenso.

Assine a newsletter do Gizmodo

Ou seja, se você optar por combinar suas atividades diárias para abandonar o sedentarismo, terá que praticar três horas de atividade diária para produzir o mesmo efeito que os 30 minutos de exercício contínuo.

Isso requer muito esforço e tempo. E embora as atividades físicas ofereçam o melhor retorno imediato para o investimento de dedicar o tempo aos exercícios, a maior descoberta do estudo talvez tenha sido o fato de que, mesmo aquelas pessoas que não têm o hábito de praticar ou não têm tempo para dedicar às atividades, podem – e devem – adaptar os movimentos à rotina para manter a qualidade de vida.

[The Conversation]