Quando o Pebble Time foi anunciado na semana passada, com uma nova interface e tela colorida, houve quem pedisse por uma versão de aço, em vez de plástico. Hoje, a empresa revela o Pebble Time Steel – e isso não é tudo.

O Pebble Time Steel é feito de aço inoxidável e oferece três opções de acabamentos – preto, prata e dourado – como visto na imagem acima. Todas elas incluem pulseiras de aço e de couro. Os botões são mais precisos, com uma textura tátil agradável em cada um.

O relógio também ficou um milímetro mais grosso, mas por um bom motivo: a bateria é maior, oferecendo 10 dias de autonomia, segundo a empresa. Ele sai por US$ 250 na pré-venda do Kickstarter, e custará US$ 300 quando for lançado em julho.

Se você reservou um Pebble Time no Kickstarter e quer trocar por um modelo Steel, sem problema: é possível trocar o pedido sem perder o lugar na fila.

Pebble Time Steel (1)

Outro anúncio da Pebble também se destaca. Está vendo os quatro pinos na imagem acima? Eles não servem apenas para carregar a bateria: esta é uma porta de expansão para, no futuro, você conectar pulseiras a ele.

Isto significa que você pode usar “smartbands” para adicionar recursos ao Pebble. Quer um monitor de frequência cardíaca? Um GPS? Uma bateria extra? Basta usar uma pulseira inteligente. Contanto que o acessório não exija muita energia, ou tenha uma bateria embutida, o céu pode ser o limite. (Foi mal, Phonebloks.)

Isso permite que o Pebble Time se torne uma pulseira de atividade física. Graças a apps da Jawbone e Misfit, ele pode contar seus passos e monitorar seu sono em segundo plano, sem exigir um smartphone conectado.

No entanto, a Pebble não planeja produzir smartbands: ela abriu a porta para que fabricantes de acessórios e a comunidade em geral possam usá-la. As especificações CAD para essas smartbands serão divulgadas em breve.

Pebble Time Steel