Dez anos atrás, só conseguia rodar Quake III quem tivesse uma máquina gamer de respeito. Hoje, tudo que você precisa é de um smartphone com Android 1.6 ou maior. E o download é até grátis.

Este vídeo mostra Quake III rodando sem problemas – entre 20 e 30fps – em um Motorola Milestone, com facilidades como configuração de controles e multiplayer. Sabendo que o Milestone não tem o mais rápidos dos processadores atuais, seria curioso ver como o jogo se sairia, digamos, num Nexus One. Será que não é hora de usarmos jogos assim para fazer benchmark nos nossos celulares, assim como fazemos com PCs parrudos?

Ah, e eu já esquecendo…

Unreal CHUTA BUNDAS. [Android Quake III via Slashdot]