Depois de anunciar o Snapdragon 888 na terça-feira (1º), a Qualcomm revelou mais detalhes de seu chip de topo de linha nesta quarta (2). A plataforma é feita usando processo de litografia de 5 nm e alcança até 2,84 GHz de frequência na CPU, além de contar com suporte a 5G, Bluetooth 5.2 e Wi-Fi 6E. Também foram feitas melhorias em captura de fotos e vídeos, velocidade de resposta a toques na tela, processamento de inteligência artificial e muito mais.

Os primeiros smartphones com Snapdragon 888 devem chegar no primeiro trimestre de 2021. Xiaomi, Sony, Oppo, OnePlus, Motorola e Asus, entre outras marcas, já manifestaram seu interesse na fabricação de aparelhos com o chip.

Também é bom destacar que, apesar de todas as promessas, a implementação do Snapdragon 888 fica bastante a cargo das fabricantes de smartphones. Por isso, muitos números podem não se refletir no uso real, dependendo de outros componentes e de alterações no sistema operacional, por exemplo.

Dito isso, vamos detalhar melhor esse monte de números, porcentagens e promessas. Mas vamos por partes.

Conectividade

O Snapdragon 888 conta com o modem 5G X60. Com ele, é possível fazer downloads de até 7,5 Gbps e uploads de 3 Gbps — se a internet na sua região permitir isso no futuro, quando o 5G estiver disponível, é claro. Mas as conexões vão além do futuro padrão de internet.

O 888 conta também com a plataforma FastConnect 6900, que oferece suporte ao Wi-Fi 6E, que usa frequências de 6 GHz. Isso permite downloads de até 3,6 Gbps. O Snapdragon 888 tem também duas antenas de Bluetooth e suporte ao padrão 5.2 desse tipo de conectividade.

Câmera

O Snapdragon 888 conta com processador triplo de imagem na plataforma Spectra 580. Como dito no anúncio, ela processa até 2,7 gigapixels por segundo, 35% a mais que seu antecessor, Snapdragon 865, o que é suficiente para capturar 120 fotos de 12 megapixels por segundo.

Na prática, isso permite capturar vídeos 4K a 120 fps. Também melhora registros simultâneos: três fotos de 28 megapixels ou capturar três feeds de vídeo em 4K HDR ao mesmo tempo. Também há uma nova arquitetura para fotos com pouca iluminação e um novo modo de HDR chamado “HDR computacional” para levar o HDR de 10 bits para foto e vídeo.

CPU e GPU

A CPU Kryo 680 do Snapdragon 888 é uma octa-core. São quatro núcleos Cortex-A55 de 1,8 GHz dedicados a tarefas mais simples, três Cortex-A78 de 2,4 GHz para tarefas mais pesadas e um Cortex-X1 de 2,84 GHz para performance. Inclusive, essa é a estreia do Cortex-X1.

Essa frequência máxima do Snapdragon 888 é menor que a do Snapdragon 865+ lançado há alguns meses e voltado a smartphones gamers — ele passava dos 3 GHz. Isso não necessariamente significa que o 888 é pior, só não tem tanta potência bruta.

O chip também é feito com o processo de 5 nm. Via de regra, quanto menor o processo de litografia empregado, maior a eficiência energética do chip. Isso pode diminuir o aquecimento e permitir maior consistência O novo chip da Qualcomm conta com a GPU Adreno 660, que promete renderização de gráficos 35% mais rápida e com eficiência de energia de até 20%. Ele oferece suporte a telas Quad HD com até 144 Hz de taxa de atualização.

Segurança

O Snapdragon 888 conta com um processador de segurança que tem um novo recurso chamado Type-1 Hypervisor. Ele permite separar ambientes para trabalho e vida pessoal no aparelho, fazendo com que o apps profissionais não tenham acesso aos dados dos pessoais e vice-versa. Isso permitiria até mesmo separar o sistema operacional em dois.

Games

A plataforma Elite Gaming da Qualcomm marca sua presença mais uma vez nos processadores Snapdragon de topo de linha. A grande novidade é o Qualcomm Game Quick Touch, que promete acelerar em até 20% o tempo de resposta aos toques na tela durante games — e quem joga sabe o quanto cada milissegundo é importante.

Outra novidade diz respeito aos gráficos: o Snapdragon 888 e a Adreno 660 têm suporte ao Variable Rate Shading, trazendo esta técnica de renderização pela primeira vez aos dispositivos móveis.

Inteligência artificial

A Qualcomm também fez muitas promessas em relação à inteligência artificial. A companhia diz que o processador Hexagon 780 de sexta geração do Snapdragon 888 é capaz de executar 26 tera operações por segundo (TOPS). O Snapdragon 865, versão anterior, ficava nas 15 TOPS.

O chip também conta com a segunda geração do Sensing Hub, que é capaz de identificar se a tela está ligada, se o celular foi erguido ou está sendo usado, o barulho no ambiente, e outras informações, como sinal de Wi-Fi, 5G e Bluetooth.

Isso, ao menos teoricamente, permitiria melhorar a detecção de contexto e ajustar algumas configurações do celular sem precisar da intervenção do usuário. Além disso, pouparia o processador Hexagon de 80% das suas tarefas.

Outra melhoria foi feita nos aceleradores de processamento de IA. Agora, eles compartilham a mesma memória. Segundo a Qualcomm, isso deve melhorar a performance por watt em 50%.