O Raspberry Pi – um computador de placa única que permite executar sistemas Linux em dispositivos do tamanho de um baralho de cartas – é popular entre os entusiastas do movimento “Faça Você Mesmo” devido ao seu tamanho pequeno e extrema potência. Mas quando você precisa de algo ainda menor, recorre ao Raspberry Pi Compute Module, essencialmente um RaspPi simplificado, sem muitas das portas integradas que podem atuar como um processador central para seus projetos finalizados.

O mais recente módulo Compute, baseado no Raspberry Pi 4, roda uma CPU ARM Cortex-A72 de 64 bits com memória (até 8 GB) e armazenamento (até 32 GB) integrados. A placa também suporta wi-fi por meio de uma porta de antena incluída e se conecta aos seus projetos por meio de um conector JEDEC DDR2 SODIMM. Ele começa em US$ 25 para o modelo básico e US$ 90 para a versão modificada.

Para ajudar no desenvolvimento, o Raspberry Pi está oferecendo uma placa IO que essencialmente simula um RaspPi de tamanho normal e adiciona conectores, portas e fontes de alimentação. Quando estiver pronto para construir seu produto acabado, no entanto, você pode inserir o Compute Module em seu sistema e alimentar seus sinais digitais, robôs ou drones.

O engenheiro Dominic Plunkett criou o Compute Module baseado no Raspberry Pi 4, lançado no ano passado. Para muitos projetos, um RaspPi de tamanho normal pode ser um exagero, tornando o Compute Module uma solução perfeita para vários projetos autônomos. O melhor de tudo é que você pode assistir Plunkett e o fundador do Raspberry Pi, Eben Upton, falando sobre o RaspPi abaixo.