O Apple Watch já não é tão ruim como antigamente

O Apple Watch original deixava muito a desejar. Mas, com a atualização de software para o watchOS 3, o relógio ganhou melhorias de velocidade e interface que o refinam ainda mais. E a nova versão, chamada de Series 2, foca em algo que pode interessar a um público maior – acompanhar exercícios físicos.

Atualização para watchOS 3 chega a triplicar velocidade de apps no Apple Watch

O primeiro Apple Watch (agora chamado de Series 1) era um dispositivo mediano, que não fazia o suficiente para justificar a sua miríade de inconveniências, incluindo um desempenho lento, pouca duração de bateria, e controles confusos. No entanto, graças ao fascínio em geral pela Apple, ele é o smartwatch mais vendido de todos os tempos (o que não é dizer muito).

E, em se tratando de wearables em geral, a Apple fica em segundo lugar com 7,5% do mercado, enquanto a Fitbit detém 24,5% com suas pulseiras fitness. Uma grande razão é o preço. O melhor produto que a Fitbit tem a oferecer custa US$ 150. O Apple Watch Series 1 foi lançado por US$ 350, e mesmo nos US$ 270 atuais (R$ 2.199 no Brasil), ele é muito caro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Além disso, a Apple errou ao pensar no Watch original como um acessório de moda. Isso tornou difícil vendê-lo para fãs de relógios, que querem algo cujo valor aumente com o tempo, em vez de depreciar como um produto de tecnologia. Foi difícil convencer até mesmo os fãs de moda – apesar do grande número de pulseiras caras disponíveis, ele ainda é muito quadrado.

E talvez a maior razão é que ninguém quer especialmente um smartwatch. Eles não contribuem significativamente para a sua vida como um smartphone ou uma pulseira fitness.

Um celular é uma necessidade, e uma pulseira fitness instantaneamente marca uma pessoa como comprometida com a saúde, tal como calças de yoga ou uma camisa da Under Armour – para não mencionar o fato de que realmente faz algo útil. O Apple Watch original apenas marcava você como alguém com dinheiro e uma paixão por notificações.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Assim, é compreensível que a Apple tenha deixado de vender o relógio como o futuro da tecnologia wearable e da moda. Em vez disso, ele é comercializado como a pulseira fitness mais completa do mercado.

Ao combinar o novo foco em atividades físicas a uma ótima atualização do sistema operacional, uma bateria melhorada e uma velocidade melhor, o Apple Watch se tornou repentinamente um dispositivo que um ser humano racional poderia comprar sem remorso.

Recursos

A Apple conseguiu colocar alguns recursos novos e impressionantes no formato quadradão do Watch. Além do monitor óptico da frequência cardíaca e do acelerômetro presentes no Series 1, o modelo novo introduz um GPS embutido absurdamente exato para acompanhar corridas, pedaladas e caminhadas tranquilas.

O Apple Watch Series 2 também tem um modo impermeável, que você ativa ao tocar um botão na tela; então você pode levá-lo para nadar. É chato que você precise lembrar de ligar o recurso à prova d’água, mas a nossa unidade de testes ficou molhada muitas vezes quando eu estava lavando as mãos, e o dispositivo sobreviveu bem.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Estes upgrades são todos agradáveis, mas vale a pena notar que são características padrão em smartwatches fitness como o Moto 360 Sport e o Garmin Epix.

O Apple Watch não parece um gadget de fitness, e não tem uma aparência que grita “estou treinando para um triatlo”. As pulseiras básicas de plástico e de nylon acertam perfeitamente na estética fitness moderna, e são leves o suficiente para que você nunca realmente se preocupe que o relógio atrapalhe seu ritmo.

As pulseiras mais caras podem não ser tão confortáveis ​​para treinos. Eu uso uma pulseira de metal no meu Series 1 e ela é pesada o suficiente para torná-lo uma verdadeira distração ao tentar qualquer tipo de exercício de alta intensidade.

Bateria e desempenho

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Se você nunca usar o GPS embutido do Series 2 (você pode usar o GPS do seu iPhone), a duração de bateria será bem maior. Não é o suficiente para fazer do Series 2 um dispositivo com o qual você possa dormir – você precisa carregá-lo toda noite – mas você pode, às vezes, esquecer disso e usá-lo mais um pouco no dia seguinte. Na maioria das noites, meu Series 1 fica em torno de 20 a 30% de bateria; o Series 2 fica em torno de 50%.

Uma bateria maior para lidar com GPS não é a única razão pela qual o Series 2 parece durar um pouco mais. Apesar de ter o potencial para possuir uma tela muito mais brilhante (a Apple diz que são 1000 nits, duas vezes mais brilhante que um iPhone), o Series 2 é mais esperto com seu brilho automático. Ele fica mais fraco sob luz fraca do que o Series 1, e só ativa o brilho máximo quando está sob luz solar direta. Ou seja, o novo relógio não consome tanta energia para tornar a interface visível.

Há outra grande mudança no Series 2 que não é relacionada à exercícios físicos ou à melhor gerenciamento de energia. O Series 2 é mais rápido do que o Series 1 original – que já viu um enorme aumento de velocidade com o watchOS 3.

O novo dispositivo usa um novo chip gráfico que torna as animações mais rápidas, e apps abrem mais rapidamente. O aplicativo do Philips Hue leva 2,42 segundos no Series 1, mas apenas 1,67 segundo no Series 2. E tanto o Dark Skies como o Fantastical abrem em menos de um segundo, enquanto demoram pouco mais de um segundo para abrir no Series 1. Estes números não justificam uma atualização, mas são perceptíveis.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Series 2 e Series 1 são praticamente indistinguíveis, exceto pelo anel de metal em torno dos sensores do Series 2.

Além do novo hardware, uma grande razão para ambas as versões do Apple Watch serem agora legitimamente boas é o watchOS 3.

O Scribble, o novo recurso de reconhecimento de escrita da Apple, torna quase tão fácil responder a mensagens de texto como no iPhone. Além disso, o aplicativo Workout e o Activities para iOS são tão bons quanto o software feito pela Fitbit e similares. E o app Breathe é uma boa maneira de fazer uma pausa rápida se você estiver com muita ansiedade.

Se você estiver sem um relógio ou querendo atualizar para algo que vá além de um rastreador fitness, então vale considerar um Apple Watch. É um passo além de um Fitbit Charge 2 (ou Charge HR). Por R$ 2.999 (US$ 350 nos EUA), ele é caro, mas pelo menos ele não parece mais um produto beta.

Este foco em atividades físicas pode ser do que a Apple – e a indústria de smartwatches em geral – precisam para levar o smartwatch de um sonho de Dick Tracy para um hardware que chegue a todos os pulsos.

Destaques

• A duração melhorada da bateria e um avanço na velocidade são atraentes, mas não valem a pena se você já tiver um Series 1.

• Não vale a pena comprar o Series 2 a menos que você precise de impermeabilização ou GPS.

• O watchOS 3 torna o Apple Watch fantástico.

• Eu acidentalmente respondi a uma chamada da minha mãe no Watch; ela desligou porque não podia me ouvir muito bem.