Ridley Scott, diretor do Blade Runner original, de 1982, confirmou que a franquia receberá uma série live-action.

A confirmação veio nesta segunda-feira (22) durante uma entrevista à BBC: “[já] escrevemos o piloto de Blade Runner e a bíblia [da série]. Então, já estamos apresentando Blade Runner como um programa de TV, nas primeiras 10 horas.”

Considerando que é provável que haja uma disputa entre redes e serviços de streaming para uma franquia tão cultuada, provavelmente o show chegará às telas — seja por streaming ou à cabo.

Uma ideia imediata para a nova narrativa seria criar mais aventuras para Rick Deckard (Harrison Ford), provavelmente antes do evento do primeiro filme, em que acompanhamos vários casos de Blade Runner caçando os seres desonestos da bioengenharia chamados Replicantes — o que parece incrível.

No entanto, os eventos futuristas do primeiro filme acontecem em 2019, o que pode ser estranho, dependendo de quão amarrado à continuidade da franquia Scott deseja estar.

O novo título também poderia ser ambientado em 2049, a era da sequência de 2017 dirigida por Denis Villeneuve (Duna), e mostrar outros casos de K (Ryan Gosling) estaria interessado em fazer. A série poderia introduzir novos personagens, afinal Deckard e K não são os únicos Blade Runners trabalhando na megalópole de Los Angeles.

Blade Runner é o segundo dos dois maiores filmes de Scott a receber uma série live-action. O primeiro é Alien — que também ganharpa uma série, que está sendo supervisionada por Noah Hawley (Fargo), sem o envolvimento do diretor.