Todas aquelas imagens de um futuro distópico onde a humanidade foi escravizada por robôs gigantes não são tão assustadoras se essas alternativas infláveis movidas a ar se tornarem reais. Não apenas elas são adoráveis e abraçáveis, elas também são incrivelmente simples de ser feitas assim que um molde for criado em impressora 3D.

Inspirado por uma lesma do mar chamada Glaucus – o nome do robô -, ele é feito de uma única peça de silicone com câmaras internas que podem ser infladas para distorcer a forma geral da criatura – como o que acontece quando você aperta um segmento de um animal feito de balão. Mas quando devidamente projeto e coordenado, inflar as bexigas dentro do Glaucus permite que ele lentamente caminhe pelo chão como um animal de quatro patas.

O Glaucus ainda não é muito rápido nem muito útil, mas serve de prova de conceito desta tecnologia para outras aplicações – incluindo braçadeira inflável que poderia guiar automaticamente pacientes em reabilitação durante a rotina, ou mesmo como garantia de que futuros robôs poderão ser um dia derrubados com facilidade. [Adafruit Learning System viaBoing Boing]