O smartphone de US$ 2.000 da Samsung, o Galaxy Fold, já tem uma data de lançamento — pelo menos na Coreia do Sul. Ele começará a ser vendido a partir desta sexta-feira (6).

O Galaxy Fold estava previsto para ser lançado nos EUA em abril, mas a Samsung atrasou o lançamento de forma indefinida após vários testes indicarem problemas de tela e de protuberâncias — embora alguns desses problemas tenham sido causado por jornalistas e influenciadores que removeram uma pequena proteção de plástico, que parecia parte daqueles plásticos que você tira ao comprar um aparelho novo.

Em julho, a Samsung anunciou que ia fazer melhorias no design do Fold que resolveram a questão da tela e tornaria o aparelho mais durável, estabelecendo setembro como o novo mês de lançamento.

Em um post no blog oficial da Samsung, a empresa escreveu que o Fold vai começar a ser vendido nesta sexta-feira (6), embora haja certa discrição ao dizer sobre a disponibilidade em outros mercados, como o norte-americano e o europeu:

A Samsung Electronics hoje anunciou o lançamento do Galaxy Fold — uma categoria completamente nova de tecnologia móvel — disponível na Coreia do Sul em 6 de setembro, seguido de alguns países selecionados, como França, Alemanha, Singapura, Reino Unido, Estados Unidos, entre outros, em Cosmos Black e Space Silver. Preparado para 5G em alguns países, os consumidores conseguirão “desdobrar” o futuro nas redes mais rápidas disponíveis.

No entanto, o registro para compra do telefone começou nesta semana no site da Samsung, indicando que o lançamento na Coreia será seguido rapidamente pelo lançamento em outros lugares. Em um post separado, divulgando o serviço Premier (que dará acesso privilegiado a técnicos da empresa) para o mercado americano, a Samsung escreveu que o aparelho estaria disponível nos Estados Unidos nas “próximas semanas”.

A boa notícia nisso tudo é que apesar dos atrasos, a empresa ainda conseguiu largar na frente de seu principal competidor no ramo: o smartphone dobrável Huawei Mate X também foi alvo de atrasos, que, de acordo com o que a Huawei indica, seria lançado entre setembro e novembro de 2019. A própria Samsung já deu sinais de que tem planos de lançar uma segunda geração mais compacta de seu smartphone dobrável, de acordo com a Bloomberg, e contratou o designer de luxo Thom Browne para torná-lo mais elegante que seu antecessor.

Durante os testes do Galaxy Fold no início do ano, o Gizmodo não encontrou problemas na unidade para análise. Apesar de ser a primeira tentativa da empresa no ramo e com algumas falhas, consideramos promissora a iniciativa da empresa sul-coreana. Se você ainda tem dúvidas sobre o Galaxy Fold, vale dar uma olhada no review que publicamos na época.