Ainda na onda de lançamentos da Samsung para o mercado brasileiro nesta quarta-feira (2), a empresa também deu detalhes sobre o Galaxy Tab S7 e sobre a chegada do Galaxy Z Fold 2 por aqui.

Sobre os tablets, são dois modelos: Galaxy Tab S7 e Galaxy Tab S7+. O primeiro, com 256 GB + 8 GB de RAM, está em pré-venda e tem preço sugerido de R$ 6.600 — ele chega às lojas em 17 de setembro. Já o segundo, com uma tela maior, só chega em novembro, com preço sugerido de R$ 9.000.

Quanto ao Galaxy Z Fold 2, não faz nem um dia que a Samsung deu detalhes sobre o seu último smartphone dobrável. Mesmo assim, a empresa informou que ele chega ao mercado brasileiro em outubro e que ele poderá ser fabricado localmente. E o preço? Não foi dito, mas se nos basearmos no primeiro modelo, estamos falando de um smartphone que custa algo na casa dos R$ 13 mil — ou até mais, por causa da alta do dólar nos últimos meses.

Galaxy Tab S7 e S7+

Em tempos de pandemia e de um monte de atividades feitas de casa, os tablets ganham um novo apelo. No caso da Samsung, a marca aposta no uso do aparelho para produtividade e consumo de conteúdo.

Para começar, os modelos têm várias semelhanças: processador octa-core, conexão 5G, armazenamento de 256 GB (expansível até 1 TB com micro SD) e memória RAM de 8 GB.

Ainda que a tela do Tab S7 seja de 11 polegadas TFT e a do Tab S7+ seja 12,4 polegadas SuperAmoled, as duas têm taxa de atualização de 120 Hz, o que deve ajudar bastante para quem faz muitas anotações — segundo a Samsung, a taxa faz com que a tarefa de escrever no tablet se pareça mais com caneta e papel — e para quem curte jogar.

Como no Note 20, o app Samsung Notes permite sincronizar suas anotações feitas com a S Pen em diferentes dispositivos, além de permitir fazer rabiscos em diferentes formatos de arquivo, como PDF.

Capa de teclado do Galaxy Tab S7 é vendida separadamenteCapa de teclado do Galaxy Tab S7 é vendida separadamente

No caso de pessoas que fazem anotações durante palestras, o recurso Marcador de Áudio grava o que é dito e sincroniza com o que foi escrito. Assim, caso você queira retomar algo, basta selecionar uma frase que o sistema mostrará exatamente o que foi dito naquele momento.

Para quem curte desenhar, os dois tablets já contam com os apps Clip Studio Paint, de desenho, e NoteShelf, que ajuda a criar cadernos virtuais com manuscritos e rascunhos.

Ainda que você não deva tirar muitas fotos com um tablet, os dois têm duas câmeras na traseira (13 MP + 5 MP ultrawide) e uma de selfie de 8 MP, que deve ser um grande diferencial ao fazer videoconferências (ainda mais com um monte de gente usando câmeras de computador, que geralmente tem qualidade HD).

Por fim, o Tab S7 tem 8.000 mAh de bateria, e o Tab S7+ conta com 10.090 mAh. Ambos vêm com um carregador de 45W.

Galaxy Z Fold 2

Não faz nem um dia que falamos dos detalhes do terceiro smartphone dobrável da Samsung e já sabemos que ele vai chegar por aqui.

Galaxy Z Fold 2Galaxy Z Fold 2

Para começar, o Galaxy Z Fold 2 a ser vendido no Brasil será o mesmo comercializado lá fora. Então, ele tem chip Snapdragon 865+, 12 GB de RAM, bateria de 4.500 mAh e 256 GB de armazenamento.

Outra novidade é que sua tela externa ficou maior, com 6,2 polegadas. Enquanto isso, a tela principal é de 7,6 polegadas, com suporte a taxa de atualização variável de até 120 Hz (como o Note 20 Ultra).

Galaxy Z Fold 2

Em vez de um notch grande, como no primeiro Galaxy Fold, este tem apenas um pequeno buraco que abriga a câmera selfie de 10 MP. Ao todo, são três sensores principais: uma câmera principal de 12 MP, uma ultrawide de 12 MP e uma teleobjetiva de 12 MP com zoom 2x.

A Samsung também fez ajustes de software para o Galaxy Z Fold 2. A ideia foi facilitar a transição entre os diferentes modos do telefone. Então, alguns apps poderão ocupar a tela toda quando aberto ou se adaptar à tela de cobertura, quando fechado. O smartphone também passa a ter suporte à abertura simultânea de até três apps.

Galaxy Z Fold 2

Como nos EUA, o Z Fold 2, que não deve ser barato, trará alguns benefícios para o comprador. Durante a apresentação, a empresa citou, por exemplo, uma parceria com a Flapper (companhia de táxi aéreo executivo sob demanda), que deve oferecer facilidades para o aparelho. Porém, mais detalhes só em outubro mesmo.