Para democratizar o acesso de usuários a smartphones de última geração, uma startup brasileira lançou um plano de assinatura para iPhones e outros dispositivos top de linha.

Com o dólar nas alturas, comprar um iPhone 13, por exemplo, está fora de cogitação para muitos brasileiros. O aparelho mais em conta está saindo por R$ 9.400.

Entretanto, apostando na economia compartilhada, a Leapfone está oferecendo o aluguel de smartphones novos e “reformados”, que já vem com garantia e seguro contra roubo ou quebra.

Atualmente, são dois planos de assinatura disponíveis, o Smart, com aparelhos usados e reformados a partir de R$ 89/mês, e Select com smartphones novos a partir de R$ 199/mês.

A contratação é digital, com o cliente escolhendo quanto tempo ele quer ficar com o aparelho, com prazo mínimo de 12 meses e máximo de 30 meses.

Após o prazo mínimo, o usuário escolhe entre receber um desconto nas próximas mensalidades ou se quer, de fato, comprar o aparelho. É possível cancelar a assinatura antes de 12 meses, mas há uma taxa de 20% das mensalidades restantes.

Aparelhos ofertados

Entre os aparelhos usados –denominados “como novos” pela startup– é possível contratar o iPhone 12 azul de 128GB por R$ 259,90, com o seguro já incluso.

Para comparação, o mesmo iPhone 12 novo na loja oficial da Apple sai por 12x de R$ 583,25. A vantagem do aluguel do aparelho é que após o prazo mínimo de 12 meses, se o usuário renovar a assinatura poderá devolver o celular atual e trocar por outro dispositivo.

Também é possível contratar aparelhos usados da Xiaomi, como o Redmi Note 10 5G por R$ 139 por mês.

Já entre os aparelhos novos tem o iPhone SE 2 por R$ 199/mês, o iPhone 11 por R$ 289 por mês ou o iPhone 12 por R$ 359 mensais.

“Pessoas trocam de celular, em média, a cada dois anos e um aparelho topo de linha pode durar até uma década. Para ter uma ideia, na empresa, oferecemos o iPhone 8 para aluguel e funciona perfeitamente. Temos uma noção muito forte de que, mais do que passar um aparelho antigo para um parente quando este não funciona mais, é possível transformar a vida de outras pessoas com celulares que ainda funcionam e seriam substituídos por aparelhos mais novos”, explicou Stephanie Peart, diretora da Leapfone, ao Índices Ibovespa.

Vale ressaltar que outras empresas já oferecem a assinatura de smartphones, como a Allugator e a Tech Fácil Porto Seguro, por exemplo.