A Netflix confirmou qual vai ser a segunda série brasileira que vai produzir: uma baseada na operação Lava Jato e que será lançada em 2017.

A atração vai ter a assinatura de José Padilha, diretor de Tropa de Elite e produtor executivo da Narcos (também da Netflix). Para o roteiro, Elena Soares (Xingu e Filhos do Carnaval) foi escalada. A série vai ser rodada no Brasil e a produção começará ainda em 2016.

Segundo Padilha, a série vai detalhar “o maior esquema de corrupção já visto no Brasil” – no caso, o escândalo dos desvios na Petrobrás que a Lava Jato está investigando. O diretor já tinha anunciado planos de fazer uma série sobre a operação: em entrevista ao Wall Street Journal, ele disse que negociava com emissoras de TV e com a Netflix a produção. “Era fundamental que a série fosse produzida com imparcialidade”, disse agora, complementando que a Netflix é um parceiro bom para isso.

Para quem adora comparar outra produção da Netflix ao cenário político brasileiro, Padilha prometeu ao WSJ que a sua série vai ser mais impressionante: “Vai fazer House of Cards parecer realista.” De fato, alguns episódios da nossa política são tão surreais que é difícil acreditar que tenham acontecido de verdade, principalmente para quem não está acostumado a acompanhar alguns dos figurões que andam pelos corredores do poder do Brasil.

A nova produção de José Padilha não vai ser a primeira da Netflix por aqui: a empresa já está produzindo outra série nacional, chamada 3%, e com previsão de lançamento para o fim do ano.

[Rolling Stone]