Esta semana, a Microsoft divulgou um release dizendo que o Windows Phone está em segundo lugar na América Latina, e em terceiro lugar no Brasil, de acordo com a IDC. Essa é uma ótima notícia! Só que a Microsoft cometeu alguns deslizes ao divulgar a informação, e “esqueceu” algo importante: o Android domina de longe as vendas.

A IDC informa ao Gizmodo Brasil que, no segundo trimestre, aproximadamente 9 de cada 10 smartphones vendidos no país rodavam Android. O restante corresponde aos demais sistemas: iOS, Windows Phone e BlackBerry.

Em 2011, o Android dominava 50% das vendas no Brasil. Em 2012, a estimativa era de 60%.

A IDC não informa números para outras plataformas devido a acordos de confidencialidade. O Android foi adotado por diversas fabricantes, mas o iOS é apenas da Apple, e o BlackBerry OS é apenas da BlackBerry. Como a Nokia é a empresa que mais adotou o Windows Phone, e ela não divulga vendas por país, revelar esses números poderia ser um problema também.

E, mesmo não podendo revelar muito, a Microsoft cometeu alguns erros. Começando pelo título: “Windows Phone é a segunda plataforma móvel mais utilizada na América Latina”. Ora, o relatório Mobile Phone Tracker não mede a base de usuários em cada país: eles medem apenas a quantidade de vendas em cada trimestre. O Windows Phone foi a segunda plataforma mais vendida de abril a junho; não quer dizer que sua base de usuários seja a segunda maior.

Depois surge uma confusão: o Windows Phone está em segundo ou terceiro lugar no Brasil? Do release:

Em um ano, o sistema operacional passou do quarto para o segundo lugar com crescimento na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru. (…) Em outros países como Argentina, Chile e Brasil, a plataforma da Microsoft também tem crescido em popularidade, uma vez que figurava em 3º lugar no ranking do trimestre passado.

Ela figurava em terceiro lugar no Brasil, e agora está em segundo? Não é o caso. No release em inglês, a Microsoft diz que sua plataforma “ficou em 3º lugar no segundo trimestre de 2013”.

Isso nos foi confirmado pela IDC: “no segundo trimestre de 2013, no Brasil, o sistema operacional líder é o Android, com a grande maioria do mercado, e o Windows Phone ocupa a terceira posição”.

Apesar de tudo, os dados apontam um bom futuro para o Windows Phone.

A IDC sugere (mas não confirma) que o iOS está em segundo lugar no Brasil. Ora, se depender da Nokia isso não vai durar: ao contrário da Apple, ela tem aparelhos em diferentes níveis de preço – ao invés de “caro”, “muito caro” e “absurdamente caro”.

Além disso, a Nokia vende aparelhos – Lumia 520 e 710 – com preços bastante competitivos, disputando contra os Android baratos. E a presença do Windows Phone só deve aumentar, graças ao acordo da Microsoft com a Telefônica/Vivo para combater o “duopólio do Android e iOS”.

Através do preço e do marketing, a tendência é que o Windows Phone seja o segundo colocado no Brasil. Para nós, é questão de tempo. Mas divulgar um conquista dessas com tantos erros e omissões? É melhor continuar com o foco nas vendas. [Microsoft]

Colaborou: Rodrigo Ghedin.