Costumava ser uma certeza que filmes de videogame não fariam sucesso. Warcraft, Assassin’s Creed e toda uma lista de adaptações bizarras e fracassadas dos anos 90 contam a história de um nicho de filmes em que é melhor não apostar. Mas isso pode estar mudando, e Sonic the Hedgehog pode ser o prenúncio.

Conforme relatado pelo Deadline, Sonic the Hedgehog (ou, Sonic: O Filme, aqui no Brasil)  estreou esta semana com aproximadamente US$ 68 milhões nos Estados Unidos, tornando-se o filme de videogame com maior bilheteria já lançado, superando o Pokémon: Detetive Pikachu, que estreou com US$ 54,3 milhões. Internacionalmente, o Detetive Pikachu e, surpreendentemente, Warcraft se saíram um pouco melhor, mas ainda chegaram a cerca de US$ 100 milhões. O que, para um filme que custou cerca de US$ 95 milhões, é um grande começo.

Isso significa que, sem dúvida, devemos observar mais filmes como Sonic e Detetive Pikachu, que adaptam personagens de videogame de maneiras que são legitimamente fiéis ao material original, além de serem filmes para entreter que agradam a todos. É uma fórmula que parece funcionar. E isso, pessoal, pode ser o segredo de uma adaptação bem-sucedida de videogame: fazer um filme que não seja absolutamente ruim.

Bem, isso e fazer seus artistas de efeitos digitais trabalharem pra valer. Sonic: O Filme já está em cartaz nos cinemas.