O Spotify anunciou na última quinta-feira (21) que vai expandir seu recurso de podcast em vídeo para cinco países.

Essa é uma boa notícia para os usuários que curtem esse tipo de formato — e ainda melhor para os criadores de conteúdo, que poderão se conectar ainda mais com os ouvintes.

A empresa começou a experimentar o formato no segundo semestre de 2021. “As interações visuais permitem que os fãs conheçam ainda melhor seus apresentadores de podcast favoritos e permitem que os criadores se conectem com seu público de uma maneira muito mais profunda”, disse o Spotify.

A partir de agora, os criadores de conteúdo dos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia poderão ter suas gravações de vídeo e áudio juntas em uma das maiores plataformas de streaming do mundo.

Para carregar o vídeo, o criador pode usar a Anchor, ferramenta de criação de podcast que compraram em 2019 e é compatível com o recurso de assinaturas de podcast.

Além de outros recursos, como a possibilidade de monetizar o conteúdo, métricas de desempenho das produções e integração com a plataforma de gravação Riverside.

É esperado que o Spotify libere essa função para mais partes do mundo além dos cinco países anunciados esta semana. Apesar dessa expectativa, até o momento não há informações sobre quando o recurso de vídeo em podcasts será chegará ao Brasil.