A missão Ax-1, idealizada pela Axiom Space, marca o primeiro voo totalmente privado ao espaço. Estima-se que cada tripulante, com exceção do piloto da missão, tenha investido o valor de US$ 55 milhões por seu assento. 

O grupo de quatro astronautas partiu do Centro Espacial Kennedy da NASA, na Flórida, no dia 8 de abril. A viagem de retorno deve ser iniciada amanhã, com previsão de chegada para quarta-feira (20) às 8h19 (horário de Brasília).

A estadia na Estação Espacial Internacional (ISS) envolveu muitos estudos, mas também regalias. Os viajantes puderam desfrutar de pratos desenvolvidos por José Andrés, chef espanhol com três estrelas Michelin.

A famosa paella e o cerdo con pisto –carne suína com tomate, cebola, berinjela e pimentão– estavam no menu. Os pratos foram estudados por mais de um ano pelo chef e cientistas do ThinkFoodGroup.

O objetivo era alcançar pratos nutritivos, mas acima de tudo saborosos, que pudessem ser consumidos no espaço. Eles também deveriam sobreviver à esterilização, que submete o alimento a um calor de 121 ºC, e não poderiam ser quebradiços, como bolachas e salgadinhos. De acordo com pesquisadores, as migalhas acabam flutuando pelo espaço, o que pode causar problemas nos sistemas de filtragem de ar.

Já o empratamento deixa bastante a desejar. José Andrés teve que deixar de lado a beleza da paella e ceder à embalagem laminada. Os ônus da comida espacial.