O Twitch teve uma onda de popularidade na China no mês passado, mas agora algumas reportagens indicam que a plataforma de streaming de vídeo não está mais disponível no país. Ao Gizmodo, um porta-voz do Twitch confirmou o bloqueio do site.

• O protótipo do buscador do Google na China vincula números de telefone com pesquisas, diz site
• Governo norte-americano alega que a China está usando o LinkedIn para recrutar espiões nos EUA

Abacas, um site de notícias de tecnologia chinês com sede em Hong Kong, notou que o site do Twitch não estava podendo ser acessado em partes da China já no início desta semana. Então, eles descobriram que o app não estava mais listado na App Store chinesa. Isso levou o Abacas a acreditar que a remoção havia sido deliberada, e não uma falha.

Como aponta o Verge, muitos usuários de Twitch postaram na rede social Weibo, na segunda-feira (17), tentando determinar se o bloqueio estava acontecendo em todo o país ou só em algumas províncias.

O Twitch recentemente chegou a seu auge na China como o terceiro app gratuito mais popular da App Store, à medida que várias pessoas começaram a usar a plataforma para assistir a e-sports nos Jogos Asiáticos — essa foi a primeira vez que a categoria foi incluída no evento esportivo. A mídia estatal não transmitiu os Jogos Asiáticos, então muitas pessoas viraram suas atenções para outros canais.

A Amazon, empresa-mãe do Twitch, não respondeu imediatamente a um pedido do Gizmodo por comentários.

O Twitch é só uma das mais recentes plataformas de rede social com sede nos Estados Unidos a serem banidas na China, como parte dos esforços de censura online do país, conhecidos como o “Grande Firewall”. WhatsApp, Skype, YouTube, Instagram, Twitter e Facebook são apenas alguns dos apps e sites censurados na China.

[Abacus, The Verge]

Imagem do topo: Marco Verch (Flickr)