Nós ficamos deslumbrados com a mesa de pinos que reproduz, em tempo real, uma versão virtual de qualquer coisa colocada sob seus sensores. Ela evoluiu nos últimos anos, e como a equipe aperfeiçoou o software e hardware, estamos começando a ver aplicações mais práticas.

A mesa possui uma grade de pinos controlados de forma independente, que podem se estender e retrair. Agora, eles podem manipular objetos a ponto de realmente levantar e empilhar blocos de montar.

1472633959458957349

A tecnologia ainda está longe de ser um balcão da cozinha interativo que é capaz de preparar o café da manhã, mas este vídeo é uma demonstração fantástica do enorme potencial aqui. Uma superfície composta por milhões de pequenos pinos seria capaz de manipular e mover objetos com uma precisão notável.

O Tangible Media Group, do MIT, explora como interfaces digitais podem ser transformadas em objetos físicos. Em 2013, vimos a mesa inForm, que replica os movimentos da sua mão e permite manusear objetos à distância.

morph table

E no ano passado, vimos a mesa Transform, composta por mais de mil pinos controlados por um software que lê seus movimentos físicos usando um sensor.

Tangible Media Group

A visão do Tangible Media Group é criar interfaces que possam ser integradas a objetos físicos ao seu redor: “no futuro da interação humana-material, toda informação digital tem uma manifestação física, para que possamos interagir diretamente com ela”. Por exemplo, sua parede do quarto poderia se transformar criando prateleiras; sua mesa de jantar poderia virar um espaço de trabalho; e assim por diante.

[Vimeo /MIT via Laughing Squid]