A virada cultural de São Paulo está de volta. Organizada desde 2005 pela prefeitura de São Paulo, em parceria com instituições culturais, como o Sesc, ela oferece à população atividades gratuitas de diversas linguagens artísticas, como música, dança, teatro e cinema, em vários pontos da cidade, por 24 horas.

Agora, depois de um hiato de dois anos por causa da pandemia de Covid-19, a Virada Cultural SP 2022 retorna com força total nos próximos dias 28 e 29 de maio, com uma programação de peso. Além dos shows, que acontecem em palcos espalhados por toda a cidade (confira aqui a lista completa), o evento também traz outros destaques em cinema, teatro, entre outros.

O CineSesc participa da maratona com uma seleção de filmes na sala de cinema e na plataforma Sesc Digital. Aos que vão acompanhar nas telonas presencialmente, todas as sessões são gratuitas e os ingressos para as exibições presenciais devem ser retirados na bilheteria com 1h de antecedência. A programação completa está disponível aqui.

Entre os filmes que farão parte do evento, estão: “Os Primeiros Soldados”, de Rodrigo de Oliveira – filme não lançado comercialmente, foi exibido no Festival do Rio e Tiradentes; “Má Sorte no Sexo ou Pornô Acidental”, de Radu Jude, filme vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim; “Família Addams 2- Pé na Estrada”, de Greg Tiernane e Conrad Vernon – para descontrair e assistir a um filme com toda a família no tradicional CineClubinho – com acessibilidade (legendas descritivas e libras); e para encerrar a Virada Cultura, o CineSesc exibe “Jesus Kid”, de Aly Muritiba – vencedor de Melhor Direção, Melhor Roteiro e Ator Coadjuvante no 49º. Festival de Gramado.

Já quem for de fora de São Paulo, ou optar por acompanhar o conteúdo a distância, os longas serão disponibilizados de forma gratuita por 24h, das 17h do dia 28/05 às 18h30 do dia 29/05, na plataforma Sesc Digital. Os filmes de diferentes nacionalidades, têm em comum que foram premiados nos principais festivais de cinema do mundo. 

Entre os títulos que ficam disponíveis por 24 horas, estão: “The Square”, de Ruben Östlund; “O Homem que Vendeu sua Pele”, de Kaouther Ben Hania e “Camille Claudel 1915’, de Bruno Dumont. Além desses, a comédia sueca “The Square – A Arte da Discórdia”, de Ruben Östlund, grande vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes, também faz parte da programação. 

Outro longa imperdível é o emocionante “Camille Claudel 1915”, de Bruno Dumont, candidato ao Urso de Ouro no Festival de Berlim. Para assistir a essas e mais produções, é preciso acessar o link do Sesc Digital. Confira a programação abaixo.

Filmes do Sesc Digital

A comédia sueca “The Square – A Arte da Discórdia”, de Ruben Östlund, grande vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes. O filme conta a história de Christian, um respeitado curador de arte que tenta desesperadamente atrair mais visitantes ao museu que dirige em Estocolmo. Porém, após ter o celular roubado, ele perde o controle de seu trabalho, de sua vida, e acaba provocando situações drásticas capazes de colocar em jogo os seus próprios princípios.

Outro filme que entra em cartaz no Sesc Digital é “O Homem que Vendeu sua Pele”, da diretora Kaouther Ben Hania, indicado da Tunísia ao Oscar na categoria Melhor Filme Internacional. Além do reconhecimento pela Academia de Hollywood, o longa ganhou o prêmio de Melhor Ator para Yahya Mahayni na Mostra Horizonte do Festival de Veneza.

Mahayni interpreta um jovem sírio sensível e impulsivo que trocou seu país pelo Líbano para escapar da guerra. Para poder viajar para a Europa e viver com o amor de sua vida, o rapaz aceita ter suas costas tatuadas por um dos artistas contemporâneos mais cultuados do mundo. Transformando seu próprio corpo em uma obra de arte de prestígio, ele perceberá, entretanto, que sua decisão pode significar qualquer coisa, menos liberdade.

Por fim, o terceiro título da programação online do Sesc na Virada Cultural é o emocionante “Camille Claudel 1915”, de Bruno Dumont. Candidato ao Urso de Ouro no Festival de Berlim, o filme mostra os dias de angústia e sofrimento da escultora Camille Claudel, que foi internada pelos familiares em um asilo psiquiátrico mantido por religiosas. No papel da personagem-título, a atriz francesa Juliette Binoche entrega um dos melhores desempenhos de sua prolífica carreira.

Para assistir aos filmes da plataforma Sesc Digital, basta acessar o site dia 28/5 às 17h: sescsp.org.br/cinesesc.