A academia “Bola de Ferro”, em Araguacema, no Tocantins, cobra R$ 5 por mês para o pessoal usar seus “equipamentos”, basicamente várias latas com cimento, cordas e barras com pesos variados – algumas bem engenhosas. Ela dá novo sentido à expressão “vou puxar uns ferros”, tão comum aos marombeiros.

O narrador deste vídeo, hit no Youtube esses últimos dias, diz que a academia já teve 36 usuários ao mesmo tempo malhando, o que dá 0,61% da população da cidade. A simplicidade e eficácia dos equipamentos – e a disposição da galera – me fazem ficar com uma certa vergonha de ter uma academia no prédio e não usar aqueles pesos coloridos, tão simpáticos se comparados com uma lata de tinta.

Agora o pessoal da Bola de Ferro – que parece entender da mecânica dos exercícios – quer patrocínio para melhorar a estrutura. Torná-la à prova d’água já seria um bom primeiro passo.  [Youtube]