Há uma versão totalmente nova do Windows a caminho, e ela quer mudar a forma como interagimos com nossos PCs — e até mesmo o conceito do que é um PC. Aqui está tudo que você precisa saber sobre o estado atual do Windows 10X e os dispositivos que serão compatíveis com ele em 2021.

Vamos começar do começo: o que é, afinal, o Windows 10X? Não é uma atualização do Windows 10 em si, mas uma variante projetada especificamente para dispositivos de tela dupla e aparelhos leves e baratos. Originalmente, ele estava programado para fazer sua estreia no Surface Neo, mas o aparelho acabou atrasando. Parece que o foco do sistema mudou para dispositivos mais convencionais e econômicos e que o suporte a duas telas virá só em um segundo momento.

Isso não chega a ser uma surpresa. O suporte a duas telas vinculadas é mais complexo do que você pode imaginar. O usuário pode querer dois programas lado a lado, ou um programa na metade superior e um teclado na outra, ou talvez um filme sendo exibido em apenas uma tela se o dispositivo dobrável estiver sendo usado no modo tenda.

Duas telas abrem algumas novas possibilidades. Captura de tela: Microsoft

No entanto, o novo sistema operacional vai rodar também em uma tela, bem como duas, trazendo com ele os benefícios que estamos prestes a descrever. Como já dissemos, agora parece provável que apareça nos laptops tradicionais de marcas famosas antes de chegar a projetos de tela dupla mais ambiciosos.

O Windows 10X é mais do que uma camada superior para o software existente da Microsoft. Na verdade, é construído em outra nova iniciativa chamada Windows Core OS, que é uma versão leve e básica do Windows (daí o “Core”) que pode ser facilmente adaptado para diferentes tipos de dispositivos, de diferentes formatos.

O Windows Core OS deixa o sistema mais modular e versátil. Para isso, a Microsoft descartou alguns dos recursos mais antigos e ferramentas que eram legado de outras versões que acompanhavam o Windows há décadas. Eventualmente, ele estará debaixo do capô do Windows em todos os dispositivos, mas isso ainda vai levar algum tempo. Por enquanto, ele está no Windows 10X, no Xbox Series X e Series S e no HoloLens 2.

Um conceito do Windows 10X da Microsoft. Imagem: Microsoft

O desenvolvimento do Windows Core OS significa que o Windows 10X não vai rodar aplicativos de desktop Win32 tradicionais quando começar a aparecer em 2021. Isso significa que programas como o Photoshop e o Chrome podem não estar disponíveis no começo. O que você poderá rodar, em um primeiro momento, são itens básicos da Microsoft, como o navegador Edge e web apps.

Eventualmente, o suporte ao Win32 será adicionado, embora esses aplicativos sejam executados em um contêiner selado por motivos de segurança e desempenho. Quando esses programas são fechados, eles não podem interferir no resto do sistema ou afetar a vida útil da bateria, o que deve (em teoria) significar que o Windows 10X não sofrerá nenhum problema de desaceleração gradual e será mais rápido mesmo com hardware menos potente.

Componentes antigos, como o Painel de Controle e o Gerenciador de Dispositivos, que estão por um fio no Windows 10, desaparecerão no Windows 10X. O menu Iniciar é mais limpo e simplificado, a barra de tarefas centraliza os ícones em vez de organiza-los à esquerda, e a Central de Ações também vai ganhar um novo design (não parece muito diferente da Central de Controle do macOS).

O Surface Neo foi exibido pela primeira vez em 2019. Foto: Alex Cranz/Gizmodo

Como a maioria do Windows 10X, o Explorador de Arquivos vai ser mais baseado na web, e a integração com o OneDrive vai ser maior. É um Windows um pouco mais parecido com o ChromeOS em alguns aspectos e um pouco mais parecido com o Android em outros, rodando principalmente da web e projetado para se adaptar a vários tamanhos de tela e, na verdade, a várias telas.

A segurança do usuário também será aprimorada por meio das alterações feitas no Windows 10X. Já mencionamos os aplicativos Win32 herdados em execução em sua própria caixinha virtual, mas isso também vai valer para outras partes do sistema operacional — vírus e malware não serão capazes de acessar as configurações do sistema ou o registro para causar qualquer dano.

Depois, há os benefícios de usar um dispositivo móvel de tela dupla, que são semelhantes aos benefícios de conectar um segundo monitor ao seu laptop ou desktop. Você tem mais espaço para fazer tudo, é mais fácil usar aplicativos lado a lado, e o processo de mover arquivos e objetos entre programas fica muito mais simples — basta arrastar e soltar.

O Windows 10X aparecerá primeiro em uma única tela, em vez de dispositivos de tela dupla. Imagem: Microsoft

A Microsoft vem prometendo o Windows 10X desde o final de 2019 e, com rumores de um atraso do Surface Neo, ele estará nas mãos dos consumidores mais tarde do que a Microsoft queria. Veremos pelo menos alguns produtos Windows 10X em 2021. Os mercados educacionais e o corporativos serão os primeiros da fila, e aparelhos para o varejo devem chegar depois.

Embora o Surface Duo da Microsoft já tenha aparecido, ele roda Android, não Windows 10X. O Surface Neo, que rodará o Windows 10X havia sido prometido até o final de 2020, mas o desenvolvimento dele parece ter sido pausado por enquanto — há poucas informações oficiais da Microsoft, mas fontes internas dizem que ele pode chegar ao mercado só em 2022.

Quanto ao Windows 10X, novamente, há poucas notícias oficiais, mas fontes internas sugerem que ele está perto de estar pronto. Nos próximos meses, devemos ver essa reformulação do Windows — uma versão verdadeiramente moderna do sistema operacional da Microsoft.