Pouco tempo antes de lançar os novos consoles Xbox em 2020, a Microsoft entrou na onda de um dos memes que mais bombaram na internet naquela época: uma geladeira na forma do Xbox Series X. Mas o que era só uma brincadeira agora vai se tornar realidade, já que a companhia anunciou em sua conferência na E3 2021, neste domingo (13), que vai mesmo vender um mini-freezer no final do ano.

O meme da geladeira acompanhou toda a campanha de divulgação do Xbox Series X, versão mais potente da atual geração de consoles da Microsoft. Quando colocado na posição vertical, o aparelho é alto e tem uma forma retangular, lembrando, de fato, um refrigerador. Além disso, o espaço por onde é inserida a mídia física pode ser confundida com a maçaneta da porta de uma geladeira.

A própria Microsoft apoiou a brincadeira ao publicar uma foto do console ao lado de uma geladeira com o mesmo design do videogame. Alguns influenciadores nos EUA chegaram a receber um freezer em tamanho real, mas naquele tempo não era um produto oficial que chegaria para os demais consumidores.

Assine a newsletter do Gizmodo

Isso mudou. Em um teaser divulgado no YouTube, a mini-geladeira do Xbox tem praticamente o mesmo visual do Series X, com o logotipo da marca no canto superior esquerdo e um vãozinho igual à entrada de discos físicos na parte inferior. Por dentro, o freezer é todo verde e parece ter capacidade de armazenar cerca de 10 latas da sua bebida preferida.

O projeto da mini-geladeira de Xbox começou como um meme, mas parece ter se tornado realidade somente após a realização de um concurso no início deste ano entre a Microsoft e a marca de doces Skittles. Ambas batalharam pelo voto popular no Twitter, e Aaron Greenberg, gerente geral de marketing de jogos para Xbox, prometeu que, se o Xbox vencesse a competição, a empresa lançaria mini-freezers reais inspirados no Series X. Eis que era tudo verdade: o Xbox ganhou a enquete, com 50,5% dos votos.

Ainda não há uma data exata de lançamento da mini-geladeira de Xbox. O preço também não foi confirmado, nem se o produto será disponibilizado no Brasil.