Para aproveitar a onda atual de podcasts, o YouTube planeja investir mais no formato. Além de aumentar a monetização desse tipo de conteúdo, a plataforma estuda a possibilidade de lançar uma página exclusiva para indicar programas do tipo.

A informação foi revelada pelo site Podnews, que teve acesso a uma apresentação de 84 páginas do Google. Nela, a empresa detalhou a ideia de criar uma futura página inicial de podcasts, que seria acessível pelo link “youtube.com/podcasts”, mas que ainda não está disponível.

Vale ressaltar que a empresa nomeou recentemente um novo executivo para cuidar especificamente do setor de podcasts. Kai Chuk — que já trabalha no YouTube há quase uma década —  será o responsável por gerenciar o grande volume de programas e ajudar a posicionar a plataforma nesse mercado.

Os planos incluem, até mesmo, oferecer dinheiro para que criadores de conteúdo possam gravar vídeos no formato podcast. Além de aumentar a permanência dos usuários — com conteúdos que duram até 3 horas de duração — os canais de cortes (com trechos dos podcasts), também geram publicidade extra e alimentam os criadores com mais dados sobre sua audiência. E dados de usuário, que indiquem seu comportamento, valem ouro.

YouTube versus Spotify

O YouTube vê nos podcasts uma oportunidade para impulsionar o serviço de música do Google (o YouTube Music), rivalizando com outros players do setor, como o Spotify, por exemplo. Ambas empresas veem a ascensão dos podcasts como uma vantagem competitiva.

Segundo a apresentação, o Google também fornecerá novas métricas para os criadores de contéudo, principalmente para aqueles que “que priorizam o áudio”. Porém, consultado pelo TechCrunch, o YouTube não quis comentar o vazamento da apresentação.