No mundo conectado atual, não há nada mais frustrante do que estar fazendo algo importante no celular e a bateria estar prestes a acabar.

Por mais que as fabricantes tentem fazer milagres ao desenvolver baterias que caibam em aparelhos com telas gigantes, mas com carcaças cada vez mais finas, a verdade é que o problema não será resolvido de uma hora para a outra.

Enquanto a prometida bateria que dura uma semana não chega, o que nos resta é lidar com o problema de forma organizada e inteligente.

Aqui estão algumas dicas que podem ajudar a poupar bateria e prolongar o tempo de uso dos smartphones.

Confira!

1. Feche aplicativos para economizar bateria do celular

Na correria do dia a dia, é comum saltar entre diferentes aplicativos, esquecendo de fechar aqueles que não serão mais usados. De uma hora para outra acumularmos uma longa lista de apps funcionando em segundo plano e, é claro, consumindo silenciosamente a carga da bateria.

Por mais que aparelhos modernos lidem melhor com aplicativos ociosos, não custa nada fechá-los ocasionalmente, principalmente quando a bateria está no fim. É rápido e fácil, podendo ser feito com um simples deslizar de dedo ou apertar de um botão.

É claro, você não precisa fechar todos de uma vez, inclusive aqueles que você usará em alguns minutos. Se um determinado app é muito utilizado, pode deixá-lo aberto, visto que abrir e fechá-lo várias vezes também consumirá bateria.

2. Desligue a atualização automática

Tanto o Android quanto o iOS atualizam de forma automática os vários aplicativos instalados no aparelho. Isso é algo bom, pois garante que os apps estarão sempre rodando com as suas versões mais recentes, evitando-se bugs e falhas de segurança.

Por outro lado, essa atualização em segundo plano também é responsável por drenar parte da bateria do celular. Por isso, pense na possibilidade de desativar as atualizações automáticas e fazer esse procedimento de forma regular, mas manual.

3. Restrinja recursos

Os telefones modernos contam com uma série de recursos que consomem uma tonelada de bateria, mas que, nem sempre, são essenciais para a nossa vida cotidiana.

É o caso, por exemplo, dos sons e vibrações do teclado. Por mais que eles melhorem a nossa experiência de uso, podem muito bem ser desligados para garantir um tempo extra de bateria.

O mesmo pode ser feito com as inúmeras notificações de aplicativos e redes sociais. Além de atrapalhar a produtividade, essas notificações apenas servem para reduzir a autonomia do smartphone.

Você também pode economizar bateria ao reduzir o tempo que a tela desliga após o aparelho ficar ocioso, diminuir o nível de brilho da tela e desinstalar contas e aplicativos que quase não são usados no dispositivo.

4. Adote o modo offline

Caso você goste de escutar e assistir conteúdos streaming pelo celular, opte por baixar os títulos para vê-los no modo offline.

Hoje em dia, as principais plataformas, como Spotify e Netflix, por exemplo, oferecem a possibilidade de baixar conteúdos previamente. De forma geral, escutar músicas e ver séries baixadas no celular consomem muito menos bateria do que via streaming no Wi-Fi ou 4G.

5. Desative serviços de localização e conectividade

Serviços como o GPS, 4G e Bluetooth são essenciais, mas isso não significa que precisamos deles o tempo todo. O problema é que esquecemos facilmente de desligá-los, notando apenas quando já é tarde demais.

Por isso, adquira o hábito de sempre verificar se esses serviços estão devidamente desligados quando não estão em uso. Outra alternativa é organizar a Central de Controle (no iOS) ou a Barra de Status (no Android) para facilitar a visualização se os mesmos estão em desuso.