No evento para anunciar os smartphones Pixel, o Google praticamente não mencionou o Android. Havia um motivo para isso: alguns dos recursos serão exclusivos e não chegarão a outros aparelhos – pelo menos por enquanto.

[Hands-on] Google Pixel é o smartphone mais esperto que eu já usei

O Android Police divulgou uma lista de alterações no Android Nougat 7.1, e o Google confirmou ao TechCrunch quais recursos se aplicam apenas ao Pixel e Pixel XL.

O Google Assistant não virá a outros smartphones por enquanto. Trata-se da evolução do Google Now, basicamente agindo como um chatbot com o qual você conversa usando linguagem natural.

Você pode obter uma experiência semelhante usando o app de mensagens Allo. No entanto, ele não inclui recursos mais avançados, como enviar mensagens e e-mails, fazer chamadas, ajustar configurações e emitir alertas (quanto tempo até chegar em casa, quando sair para pegar um voo, lembretes de eventos etc.) – tudo isso ainda ficará nas mãos do Google Now.

O Assistant também interage com o Chromecast e outros dispositivos compatíveis com Google Cast, e permite controlar dispositivos de casa inteligente como Nest, SmartThings e Philips Hue. Ele vai se integrar a serviços de terceiros no futuro.

Tudo isso só deve chegar ao Android em 2017. O Google diz ao TechCrunch que “nosso objetivo é tornar o Assistant amplamente disponível para os usuários, e continuaremos a lançá-lo em mais dispositivos ao longo do ano que vem”.

Há outros recursos, no entanto, que esperávamos ser exclusivos do Pixel. Ele terá backup ilimitado na nuvem de fotos e vídeos em qualidade original; normalmente, o backup gratuito do Google Fotos reduz um pouco a qualidade.

O app da câmera foi desenvolvido especialmente para o Pixel, já que está ligado ao hardware do smartphone, então não será amplamente distribuído. Ele também terá o Pixel Launcher com ícones redondos e acesso a apps deslizando da borda inferior (você pode instalar o apk aqui se quiser).

Dito isto, o Android 7.1 virá com algumas novidades: modo noturno (que reduz o nível de luz azul emitida pela tela); um gesto de deslizar para baixo no leitor de digitais para abrir a gaveta de notificações; suporte a realidade virtual com Daydream; entre outros – a lista completa está aqui.

O Android 7.1 será lançado como uma prévia para desenvolvedores ainda este mês. O Google não diz quando ele será distribuído a outros smartphones.

[Android Police e TechCrunch]