É oficial: o Google anunciou dois novos smartphones – Pixel e Pixel XL – em um evento hoje em San Francisco. A maioria dos detalhes já eram conhecidos muito antes de o evento aconteceu, graças a grandes vazamentos nos dias que antecederam o evento.

Daydream View: o headset de VR do Google que vai custar US$ 79

O Pixel e o Pixel XL são bem importantes para o Google porque são os primeiros smartphones Android da empresa que não usam a marca “Nexus”. Sim, eles ainda trazem o Android puro e estão em primeiro lugar na fila para receber atualizações. Eles, inclusive, já virão com o Android Nougat 7.1, que ainda não tem data para chegar a aparelhos que não são Pixel.

A diferença é que o Google cuidou de tudo, do design industrial até a experiência de usuário. Rick Osterloh, chefe da nova divisão de hardware da empresa, explica à Bloomberg:

Embora o Google tenha contratado a HTC para montar os celulares Pixel, Osterloh diz que a abordagem não é diferente da parceria da Apple com a Foxconn para fabricar iPhones. Vire o Pixel e você verá “Made by Google”, outra alusão à Apple, que destaca há muitos anos o fato de seus celulares serem “projetados pela Apple na Califórnia”. Osterloh diz que o Google nunca afirmará que o Pixel é coproduzido com outros. Ele orgulhosamente proclama: “ele é nosso”.

Os smartphones possuem uma traseira de vidro, corpo de alumínio polido e não têm protuberância de câmera. O sensor de impressão digital fica na parte de trás, assim como o Nexus 6P e 5X do ano passado.

A tela do Pixel XL é ligeiramente menor do que no Nexus 6P (5,5 polegadas vs. 5,7 polegadas, respectivamente), mas tem a mesma resolução (1440 x 2560) e, portanto, uma densidade de pixels maior. O Pixel menor possui tela de 5 polegadas com resolução Full-HD, quase idêntico ao Nexus 5X.

Por dentro, temos um processador Snapdragon 821, 4 GB de RAM e opções de 32 GB e 128 GB de armazenamento sem entrada para microSD.

A bateria é de 2.770 mAh no Pixel e de 3.450 mAh no Pixel XL. Ambos os smartphones Pixel têm porta USB Type-C, além da entrada tradicional para fone de ouvido.

pixel 5

A câmera dos smartphones Pixel tem 12,3 megapixels, abertura f/2.0 e pixels com 1,55 mícrons para capturar mais luz. Ela recebeu a nota mais alta no DxOMark (89), o que é bem promissor, mas não conta toda a história: o Galaxy S7 está empatado com o HTC 10 (nota 88), mas na vida real, o S7 se sai muito melhor.

Além disso, vale notar que a abertura não é tão boa quanto em outros smartphones: o iPhone 7 Plus é f/1.8; e o Galaxy S7 é f/1.7 – isso significa que o Pixel pode não se sair tão bem em ambientes com pouca luz.

Há alguns truques bem-vindos aqui: por exemplo, você segura o botão de captura para tirar fotos sequenciais e o algoritmo do Google escolhe a melhor. A empresa promete zero lag no obturador ao capturar fotos, e diz que a câmera tem o menor tempo de captura do mercado (sem dizer quanto).

Há suporte a HDR+ e a estabilização de vídeo (usando o giroscópio). Enquanto isso, a câmera frontal tem 8 megapixels para suas selfies.

Os smartphones têm Android puro, porém uma tela inicial diferente: ela traz ícones redondos, e o acesso aos apps é feito deslizando a partir da borda inferior.

pixel 2

O Pixel vem com Google Assistant embutido. Trata-se de uma evolução do Google Now, mas aqui as respostas às suas perguntas viram um chat (semelhante ao Allo), em vez de serem exibidos como simples resultados de busca.

Para usar, toque e segure o botão Home e fale o que quiser: “como estará o tempo amanhã”, “envie uma mensagem para Fulano”, “qual é o placar do jogo”. Há alguns toques interessantes: se você pedir “toque música de banda Tal”, o assistente sabe qual app você mais usa para ouvir música – o YouTube, por exemplo – então ele abre esse app.

E, assim como antes, você pode segurar o botão Home para usar o Now on Tap, que entende o contexto do que está na tela. Por exemplo, uma mensagem menciona um restaurante e você pergunta “qual a distância até minha casa”; o Assistant traz o mapa com as direções.

O Pixel custa US$ 649 e US$ 749; o Pixel XL custa US$ 769 e US$ 869, respectivamente pelas versões de 32GB e 128GB. Eles estão disponíveis na pré-venda a partir de hoje nos EUA, Canadá, Austrália e Reino Unido.

pixel 6pixel 4