Depois de uma viagem de sete meses com destino ao Planeta Vermelho, o rover Perseverance está finalmente pronto para pousar em Marte. E para acompanhar a histórica descida, você pode assistir aos temidos “sete minutos de terror” ao vivo aqui.

“Nenhum pouso em Marte é garantido, mas estamos nos preparando há uma década para colocar as rodas deste rover na superfície do planeta e começar a trabalhar”, disse Jennifer Trosper, vice-gerente de projeto da missão Marte 2020 no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, em um comunicado.

O espaço é bastante complicado. Marte, batizado em homenagem ao deus romano da guerra, sempre representa um desafio a seus visitantes. Aproximadamente 60% de todas as missões ao planeta falharam, então é possível imaginar como esta é uma tarefa complexa. A próxima tentativa não será exceção. A Nasa descreve o pouso desta quinta-feira como o mais preciso até agora. O rover terá de contar com ajudas de navegação não comprovadas para tentar evitar perigos como campos rochosos, colinas e paredes íngremes da cratera de Jezero.

Mas as luzes já estão acesas e o palco está preparado. O rover Perseverance, que custou US$ 2,7 bilhões, está programado para chegar à superfície às 17h55 (horário de Brasília) na quinta-feira, 18 de fevereiro. A cobertura ao vivo da Nasa, que você pode ver no player abaixo, começa às 16h15.

Além do YouTube, outros canais também vão transmitir o pouso, incluindo Twitter, Facebook, LinkedIn, Twitch, Daily Motion, Theta.TV e o app da Nasa. Se você prefere acompanhar a missão com narração em espanhol, tem esse link. Há ainda outras opções interessantes, como um vídeo ao vivo do controle de missão da Nasa e um em 360 graus via YouTube. Uma coletiva após o pouso está marcada para 19h30, e você pode assistir a ela neste link.

Os sinais de rádio levam aproximadamente 11 minutos para viajar de Marte até a Terra, o que significa que a Perseverance vai ter que se virar. Isso também quer dizer que estaremos vendo o pouso com atraso. Os controladores da missão “podem não ser capazes de confirmar os horários listados por causa da complexidade da comunicação no espaço profundo”, de acordo com a Nasa.

A Perseverance penetrará na atmosfera marciana a velocidades que chegam a 19.500 km/h às 17h48. Logo depois, começam os sete minutos de terror, que envolvem calor extremo, o lançamento de um paraquedas supersônico e a separação do rover de seu escudo térmico e da sua concha traseira. Ao tocar o solo, a Perseverance terá desacelerado para uma velocidade de caminhada, com a ajuda de retrofoguetes e amarras.

Assim que a poeira vermelha baixar, o Perseverance tirará fotos de seus arredores e as mandará de volta à Terra. Os controladores da missão também avaliarão a saúde do rover, em um processo que deve durar mais de um mês. Durante esse tempo, ele implantará seu mastro, o que resultará em ainda mais imagens e possivelmente até em uma selfie. Os controladores da missão também terão tempo para avaliar o status da Ingenuity — um pequeno helicóptero trazido para a viagem.

Assine a newsletter do Gizmodo

Se tudo estiver em boas condições, o Perseverance entrará formalmente no estágio de ciência da missão e procurará por sinais de vida microbiana ancestral. O novo lar do rover, a cratera Jezero, já foi coberto de água e alimentado por um rio caudaloso, o que faz dela um cenário ideal para este astrobiólogo robótico.

Se tudo correr bem, o rover será o quinto a alcançar o Planeta Vermelho — seus predecessores foram o Sojourner, o Spirit, o Opportunity e o Curiosity. Estamos na torcida para testemunhar mais um capítulo histórico da exploração de Marte.