É seguro dizer que o iPhone é um dos melhores smartphones do mercado, porém não está entre os mais bonitos, sobretudo depois que a maioria dos seus concorrentes no mundo Android adotaram soluções mais espertas para o notch, aquele recorte da tela telefone em que ficam a câmera selfie e outros sensores.

Parece que isto está prestes a acabar, pois a Apple tem planos de reduzir o notch no iPhone 12 — o nome ainda não foi confirmado, mas vamos chamá-lo assim por enquanto para simplificar as coisas. A empresa também pretende adotar um design mais parecido com o do iPad Pro, segundo apuração da Bloomberg.

Antes de tudo, a reportagem aponta para quatro modelos de iPhone com 5G, sendo dois topo de linha que vão substituir a atual linha iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max, e outros dois modelos para substituir o iPhone 11. Eles devem se diferenciar pelo número de câmeras traseiras — três e duas câmeras, respectivamente.

Essas mudanças de design devem rolar nos dois telefones mais sofisticados da linha. De acordo com a Bloomberg, a “Apple está investigando formas de remover o corte que fica no topo da tela que abriga a câmera selfie e o sensor FaceID nos próximos designs, preparando o cenário para avanços em aplicações de realidade aumentada”.

iPad Pro 2020iPad Pro 2020 tem moldura pequena para abrir câmera. Crédito: Apple

As semelhanças com o iPad Pro estão no fato de os novos iPhones devem ter bordas com cantos menos arredondadas que os modelos atuais, e indo mais ao encontro de um visual mais retangular, como o do iPhone 5.

Além disso, os aparelhos devem contar com um chip atualizado, com melhoria no processamento de inteligência artificial, e um sensor LIDAR 3D, presente no iPad Pro lançado em março e que deve trazer novos recursos de realidade aumentada aos aparelhos.

Tradicionalmente, novos iPhones são lançados em setembro. A reportagem diz que o cronograma deve ser seguido, mas que pelo menos uma linha de aparelhos deve começar a ser vendida após um tempo. No entanto, pode ainda haver mudanças, devido aos efeitos do novo coronavírus na produção de aparelhos.

Fora do mundo dos iPhones, a Apple planeja uma nova versão do HomePod mais barata para tentar competir com os dispositivos Echo, da Amazon, e o Nest Mini, do Google. A companhia também deve lançar os Apple Tags (itens anexados aos aparelhos que poderão facilitar a busca deles), uma nova versão do MacBook Pro, iPads mais acessíveis, uma nova versão da Apple TV e um novo iMac.

[Bloomberg]