Em julho o Google lançou um algoritmo chamado “Bsdiff” para reduzir o tamanho das atualizações dos aplicativos no Android. Ele analisa a diferença entre os arquivos instalados no celular e os arquivos do update para baixar apenas as alterações. Segundo a empresa, é possível economizar 50% em dados.

• Agora você pode compartilhar suas compras na Google Play com até seis pessoas
• Google Play Música recebe modo família no Brasil: até 6 pessoas por R$ 22,90/mês

A partir de agora, um novo método será utilizado. Batizado de “File-by-File patching”, a técnica é combinada com o algoritmo “Bsdiff” e reduz, em média, 65% do tamanho do download, podendo chegar a 90%. A novidade altera a forma como as alterações das atualizações são identificadas.

Os arquivos de aplicativo do Android vem em formato APK, que basicamente é um arquivo comprimido. Embora o arquivo fique menor, é mais difícil identificar as alterações com a compressão. O File-by-File descomprime todas as informações da atualização, analisa as alterações, instala as mudanças e comprime o APK novamente no dispositivo.

Na tabela abaixo, a Google mostra as diferenças de tamanho dos updates usando a tecnologia:

google-play-dados

A novidade, no entanto, tem uma desvantagem: exige muito poder de processamento. Segundo o Google, em dispositivos lançados depois de 2015, a recompressão pode levar um pouco mais de um segundo para cada megabyte. Em aparelhos mais antigos, o cenário pode ser bem pior.

Para amenizar o impacto no desempenho, os updates File-by-File só serão feitos em segundo plano, durante a atualização automática dos aplicativos.

[Android Developers via Neowin]