Cerca de 10 milhões de dólares de origem duvidosa ajudaram a financiar uma coleção de 200 carros que provam que salafrários possuem senso estético tão afinado quanto sua moral.  Agora vai tudo a leilão.