Desde o início da pandemia de Covid-19, em 2020, mais de 670 mil pessoas perderam as vidas por ação da doença no Brasil. Muito se falou da maior vulnerabilidade dos grupos de risco, mas o número de mortes de crianças, por vezes, acabou passado despercebido.

Novos dados permitem afirmar que a Covid-19 matou duas crianças menores de 5 anos por dia no Brasil. Ao todo, 1.439 crianças de até 5 anos morreram por Covid-19 nos dois primeiros anos da pandemia no país.

Os dados, reunidos e analisados pelos pesquisadores Cristiano Boccolini e Patricia Boccolini para o Observa Infância, foram coletados no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM). Eles passaram por revisão do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais e municipais de Saúde.

O levantamento indica que crianças com idade entre 29 dias a 1 ano são as mais vulneráveis. Cristiano Boccolini explica que esses dados são referentes aos casos em que a causa da morte foi a Covid-19, e àqueles em que a Covid-19 agravou um quadro de saúde levando ao óbito.

Em 2022, os números de morte de crianças continuam alarmantes. Entre janeiro e 13 de junho, o Brasil registrou um total de 291 mortes por Covid-19 entre crianças menores de 5 anos. A região nordeste concentra a metade dessas mortes.

No Brasil só é permitida a vacinação infantil em crianças de 5 a 11 anos — medida que é questionada por diversos especialistas em saúde.