Nesta quarta-feira (6), a Twitch, serviço de streaming de vídeos ao vivo, sofreu um ataque hacker e teve dados vazados na internet. A história apareceu primeiro em eum a reportagem do site Video Game Chronicles.

Um usuário do fórum 4chan disponibilizou um arquivo com 125GB que, segundo a postagem, contém todo o código-fonte do site, além de informações sobre o histórico de pagamentos de streamers desde 2019. Os tuítes abaixo listam as cifras recebidas por alguns nomes famosos do mercado de streaming dos EUA — como xQc, Ludwig e Amouranth –, de acordo com os vazamentos.

O hacker anônimo que fez o post no 4chan afirmou que os vazamentos são para “promover inquietação e competição no espaço de streaming de vídeo online” já que, segundo ele, “a comunidade é uma fossa tóxica e nojenta”.

Também foram vazadas informações sobre uma plataforma desenvolvida pelo Amazon Game Studio, que seria concorrente da Steam, chamada pelo codinome “Vapor”.

Além disso, entre as informações vazadas, estão também dados pessoais de usuários. Esses dados estão criptografados, mas vale trocar a senha e ativar outros mecanismos de segurança da plataforma para evitar que as informações sejam utilizadas por cibercriminosos.

Os vazamentos contém mecanismos internos de segurança, outras propriedades da Twitch, como por exemplo, o IGDB (Internet Games Database), site que reúne diversas informações sobre games, e o CourseForge, plataforma que compila diversos mods para jogos. 

O usuário responsável pelos vazamentos intitulou o vazamento como “parte 1”, o que pode significar que existem mais dados a serem vazados.

Como você vê acima, a Twitch confirmou em seu perfil oficial no Twitter que houve uma violação e que está “trabalhando com urgência para entender a extensão” do problema. No post, eles afirmam que vão comunicar a comunidade no caso de surgimento de novas informações.