Um dos problemas clássicos de rede sociais é o compartilhamento de artigos noticiosos fora do contexto. O Facebook anunciou nesta quinta-feira (25) uma medida para tentar reduzir isso ao perguntar para o sujeito se ele tem ciência que a notícia ou reportagem que ele está tentando compartilhar é velha.

Sendo mais exato, o Facebook mostrará uma mensagem toda vez que alguém tentar compartilhar um link de notícia publicada há mais de 90 dias. A pessoa vai ter a opção de dar ok e seguir adiante na publicação ou não publicar.



Em um blog post, John Hegeman, vice-presidente de feed e stories do Facebook, explica o motivo da inclusão desta caixa de diálogo:

“Nossa pesquisa interna descobriu que a atualidade de uma notícia é uma parte importante do contexto que ajuda as pessoas a decidir o que ler, confiar e compartilhar. Os veículos de notícias, em particular, expressaram preocupação com o fato de histórias mais antigas serem compartilhadas nas mídias sociais como notícias atuais, o que pode gerar más interpretações sobre o estado dos eventos em curso”

A medida tende a inibir compartilhamento de conteúdo antigo, mas obviamente que não acabará, já que é possível postar o link. Talvez, para resolver isso, o Facebook poderia exibir algum aviso de que aquele é um artigo antigo, no caso do usuário insistir em postá-lo.

Em tempo: não há nenhum problema em repostar links antigos, mas, penso, que dificilmente alguém abrirá para conferir a data original de publicação.

O jornal britânico Guardian teve uma boa atitude no ano passado após link antigos passarem a circular nas redes sociais. Basicamente, eles incluíram uma atualização nos textos em amarelo destacando que aquele artigo é de” mais de 3 anos atrás”, por exemplo.

Aviso de notícia antiga do jornal britânico Guardian

Em postagens em rede sociais, eles também mudavam a imagem de exibição para uma informando que o post é antigo.

Postagem do Twitter do Guardian indicando que notícia é originalmente de 2015

No Brasil, o médico Drauzio Varella passou a usar tática parecida com a utilizada pelo jornal britânico, após alguns vídeos seus terem sido tirados de contexto.

Vídeo do médico Drauzio Varella sempre conta com data estampadaVídeo do médico Drauzio Varella sempre conta com data estampada

Além deste aviso aos compartilhadores de link, o Facebook informou que incluirá um botão de contexto, que fornecerá informações sobre as fontes de artigos no Feed de Notícias. Assim, a pessoa conseguirá saber mais sobre o veículo de imprensa responsável por aquela notícia.

O Facebook deve fazer outros testes de notificação para usuários. Por ora, a rede já tem colocado um link para a Central de Informações sobre o Coronavírus em notícias sobre o tema.

Aos poucos, a rede social já está se preparando para o clima de eleições tanto no Brasil como nos Estados Unidos que se aproxima. Recentemente, o Facebook informou que solicitará uma validação com identidade de perfis que queiram fazer propagandas políticas na plataforma e que essas publicidades ganharão um rótulo distinto para que as pessoas saibam que se trata de conteúdo pago relacionado à política.