A partir de 1° de janeiro, não haverá mais atualizações do CyanogenMod, uma das versões modificadas mais conhecidas do Android. O anúncio foi feito pela Cyanogen Inc, empresa responsável pelo desenvolvimento, que agora deve se concentrar no desenvolvimento de módulos que se integram ao sistema do Google.

Próximos smartphones OnePlus não virão mais com o sistema operacional CyanogenMod

Com o fim do suporte ao CyanogenMod, a Cyanogen vai passar por um enxugamento, o que inclui a saída de Steve Kondik, um dos fundadores da iniciativa. A empresa, que recebeu investimentos milionários vindos da Microsoft e da Foxconn, já até tirou do ar a página da ROM alternativa do Android.

Segundo o XDA Developers, a Cyanogen decidiu que não era possível continuar o desenvolvimento do projeto de código aberto por falta de suporte monetário e de infraestrutura. Deste processo, deve surgir uma nova iniciativa baseada no CyanogenMod chamada de LineageOS, que será tocada por Steve Kondik.

Este projeto deve ser bem mais simples e, dada a escassez de recursos, vai oferecer suporte a menos aparelhos que o CyanogenMod. Além disso, ainda está sujeito ao crescimento de uma comunidade de desenvolvedores para manter a iniciativa. Portanto, mesmo o futuro do LineageOS ainda é incerto.

Um sistema modular

Os planos de que a Cyanogen se concentraria em um sistema modular são conhecidos pelo menos desde o início do ano. Na época, a companhia anunciou o desenvolvimento do que eles chamam de módulos dinâmicos.

Em vez de desenvolver um sistema todo, a ideia é fazer partes de software com recursos exclusivos de modificações de fabricantes, que poderão ser instaladas em qualquer aparelho Android.

Na atualização do Cyanogen OS liberada em junho, o sistema incluía, por exemplo, integração com o Skype diretamente do app do discador – em vez de forçar os usuários a instalarem o Cyanogen OS inteiro para ter isso, a ideia agora é distribuir MODs que incluam essa função específica (entre muitas outras) para quem quiser usar.

Apesar de não falar mais no ambicioso plano de fazer uma variante do Android independente do Google, o que incluía até uma loja própria de apps, a Cyanogen continuará na ativa com outras iniciativas.

[XDA-Developers]

Foto por Cyril Gauthier/Flickr