A esta altura, é praticamente impossível sair por aí em algum lugar com gente com dinheiro e não encontrar alguém usando os AirPods. E, com as vendas estimadas para este ano entre 50 milhões e 55 milhões de unidades, o fenômeno dos fones de ouvido sem fio e discretos não deve ir embora tão cedo.

A Samsung não é uma estreante nessa ramo, pois já lançou outros fones de ouvido sem fio, como os Gear IconX. No entanto, a marca não conseguiu tanto hype quanto o aparelho da Apple.

Isso tudo pode mudar em breve por causa dos últimos pares de fone de ouvido Bluetooth que agora estão sob o guarda-chuva da marca Galaxy. A empresa sul-coreana está sinalizando que existe um rival à altura dos AirPods e, num movimento clássico à la Samsung, a companhia está tentando usar tecnologia superior para provar seu ponto.

Galaxy Bud no ouvido de um usuário

Com preço sugerido de US$ 130 (ou grátis na pré-venda do Galaxy S10 nos Estados Unidos), os Galaxy Buds levam vantagem sobre os AirPods na economia (que custam US$ 160). Mas mais importante que isso é que a Samsung diz que seu fone oferece seis horas de autonomia ouvindo música ou cinco horas de conversação com apenas uma carga — melhor que os números dos AirPods, que são de cinco horas de músicas e duas horas de conversação, segundo a própria Apple.

Os Galaxy Buds também têm suporte a Bluetooth 5, algo que os Gear IconX, do ano passado, não tinham, e isso frequentemente fazia com que o áudio transmitido fosse cortado.

No entanto, a grande vantagem é a adição do case dos Galaxy Buds contendo uma bateria acoplada que guarda duas cargas completas. Além disso, o case pode ser recarregado via porta USB-C ou sem fio com algum carregador do padrão Qi. Isso é importante, pois esse recurso é algo que os fãs dos AirPods têm pedido há mais de um ano, ainda mais depois que a Apple ter dito que estava trabalhando com essa tecnologia em 2017. Além disso, com o Galaxy S10 com carregamento reverso sem fio, você conseguirá carregar seus Galaxy Buds usando seu smartphone.

E, é claro, diferentemente dos AirPods, o design dos Galaxy Buds não conta com saliências esquisitas saindo dos seus ouvidos.

No fim das contas, o sucesso dos Galaxy Buds depende de sua qualidade de áudio e estabilidade com conexão Bluetooth, algo que requer mais que os cinco minutos de teste controlado que eu tive durante uma demonstração.

Dito isso, embora a Samsung não tenha uma adoção tão rápida quanto os AirPods, tornar-se o fone de ouvido Bluetooth padrão para usuários de aparelhos Android já seria uma baita vitória.