No último domingo (28), cientistas descobriram o titanossauro mais antigo já encontrado, com idade aproximada de 140 milhões de anos e que, portanto, teria vivido no início do período Cretáceo.

O titanossauro é considerado o maior animal que já caminhou na Terra. Eles eram um subgrupo de saurópodes — dinossauros herbívoros gigantes, com pescoços e caudas longos. Eles viveram durante o Cretáceo, junto com os tiranossauros.

O fóssil de 20 metros de comprimento corresponde à espécie Ninjatitan zapatai e foi encontrado em 2014 na Baijada Colorada, sudoeste da Argentina, segundo a Agência de Divulgação Científica da Universidade de La Matanza (CTyS-UNLaM).

Antes do novo estudo, o fóssil de titanossauro mais antigo conhecido tinha 120 milhões de anos. Assim, a espécie recém-descoberta é ainda mais relevante por ser um registro raro do início do período Cretáceo, que teria começado há cerca de 145 milhões de anos e terminado há 66 milhões de anos.

Assine a newsletter do Gizmodo

O técnico Jonatan Aroca encontrou uma escápula do titanossauro em 2014, sendo que mais três vértebras e alguns ossos das patas traseiras, incluindo o fêmur e a fíbula, foram encontrados na escavação seguinte. A espécie foi batizada de Ninjatitan zapatai em homenagem ao pesquisador argentino Sebastián Apesteguía, que tinha o apelido de “El Ninja”, e ao técnico Rogelio Zapata.

[Uol]