Para mostrar que se preocupa com a sua privacidade — aham, vamos fingir que a gente acredita —, o Google lançou nesta quinta-feira (15) um novo recurso de exclusão automática para limpar os últimos 15 minutos do seu histórico de pesquisa no buscador. A função chega primeiro a dispositivos da Apple com iOS. Enquanto isso, smartphones Android receberão a novidade até o final deste ano.

A funcionalidade foi anunciada durante o Google I/O 2021, em maio, como uma opção adicional para a função de exclusão automática que já existe no mecanismo de busca da companhia. Até então, você poderia excluir automaticamente seus dados a cada três, 18 ou 36 meses acessando seu perfil no aplicativo de pesquisa do Google. Agora, esse tempo foi drasticamente encurtado, o que significa que, a cada 15 minutos, tudo o que você buscou no Google é deletado.

Usuários de iPhone e iPad que já têm acesso ao recurso. Para habilitá-lo, abra o aplicativo do Google ou acesse o site em um navegador no tablet ou celular. Faça login na sua conta Google, caso ainda não tenha feito, e toque no menu superior à esquerda — aquele com três linhas. Vá em Histórico de pesquisa, depois em Exclusão automática e defina para sempre excluir os últimos 15 minutos das suas buscas.

Como ainda é uma função nova, pode ser que nem todo mundo ainda veja a opção. Mas é questão de tempo até que ela apareça. No caso do app do Google, você pode verificar se ele precisa ser atualizado para a última versão.

Mais funções focadas em privacidade

O Google também anunciou os recursos Verificação de Privacidade e Verificação de Segurança, que são maneiras úteis de saber para quais sites, serviços ou programas de terceiros você concedeu acesso à sua conta do Google ao longo dos anos. Eu mesma examinei e removi vários serviços que não usava há quase cinco anos. Pode ser que você precise de um tempo para analisar cada permissão, pois certamente serão muitas. Mas vai valer a pena, principalmente se você se preocupa com privacidade e uso indevido de dados.

Assine a newsletter do Gizmodo

Por fim, o Google acrescentou uma camada extra de segurança à página Minha atividade, que agora pode ser acessada com um login extra — semelhante ao que já fazemos na autenticação em dois fatores. Se você estiver compartilhando um dispositivo com seus filhos, por exemplo, eles não terão acesso ao que você estava procurando no início do dia. A novidade já está disponível e pode ser definida nas configurações da sua conta Google.