Você já sabe que o grafeno é incrível: com um átomo de espessura, ele é o material mais forte do mundo, é flexível e conduz a eletricidade melhor do que muito metal por aí. Agora, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Maryland (EUA) desenvolveu um sensor baseado em grafeno que permite ver através das paredes. Obviamente, eles querem usá-lo para fazer óculos.

>>> 9 usos incríveis para o grafeno

O novo sensor é notável pela sua capacidade de detectar o espectro de radiação terahertz (raios-T) à temperatura ambiente. Esta parte do espectro de luz pode ser ajustada para ver através de superfícies, sejam elas uma parede de concreto ou a pele humana.

No passado, cientistas não conseguiam usar os raios-T de forma eficiente, porque os sensores necessários só funcionam em temperaturas extremamente baixas. Mas a equipe de Maryland descobriu uma maneira de fazer um sensor que funciona à temperatura ambiente usando grafeno.

As aplicações imediatas dessa tecnologia quase certamente vão envolver usos militares: óculos com este sensor seriam úteis em uma zona de guerra, por exemplo. Os sensores também poderiam substituir os raios-X em aplicações médicas por raios-T, muito menos nocivos.

No entanto, provavelmente os consumidores em geral – como eu e você! – não devem colocar as mãos em um sensor desses tão cedo. Fora as preocupações óbvias de privacidade, o grafeno ainda é extremamente caro. Útil! Mas muito caro. [Nature Nanotechnology via Discovery]

Foto via USAF/Flickr