Relatórios das consultorias de mercado IDC e Strategy Analytics revelam que a Samsung continua como a maior fabricante de smartphones do mundo. No entanto, suas vendas estão caindo. A empresa coreana ainda lidera o mercado com alguma folga, mas concorrentes chinesas como Huawei e Xiaomi vêm apresentando números de smartphones vendidos cada vez maiores.

• Venda de celulares cai 3,7% no Brasil, e intermediários ainda são os preferidos, diz IDC

Os números do terceiro trimestre fiscal (entre julho e setembro) de 2018 mostram que as vendas da Samsung caíram 13% em comparação com o mesmo período do ano passado. É a quarta queda consecutiva nesta métrica: nos trimestres passados, foram registradas quedas de 10%, 2% e 4% na comparação ano a ano.

De acordo com o Verge, isso é “um sinal claro de que os dispositivos Galaxy Note 9 e Galaxy S9 da Samsung não são competitivos no segmento mais sofisticado, e a Samsung agora está perdendo terreno nos segmentos intermediários e de entrada do mercado de smartphones”. Vale notar, porém, que o Galaxy Note 9 só chegou ao mercado no final de agosto, então talvez ele seja o menos culpado pelos números ruins. Por outro lado, faz algum sentido pensar que o Galaxy S9, por melhor que seja, não representa uma novidade tão grande em relação ao seu antecessor e não deve ter atraído tanto os consumidores.

Em seu balanço trimestral, a Samsung diz que espera uma melhora nos números devido a vendas de fim de ano e a lançamentos como o Galaxy A7 e o Galaxy A9, que virão com muitas câmeras. No ano que vem, os rumores apontam para o lançamento de três modelos do Galaxy S10 e de um smartphone dobrável.

É bom mesmo a Samsung se mexer, pois as marcas chinesas não estão para brincadeira. A Huawei apresentou uma alta impressionante de 32% nas vendas em relação ao terceiro trimestre de 2017, mantendo seu segundo lugar em market share, acima da Apple, que praticamente não cresceu. A quarta colocada é a Xiaomi, que também vendeu mais aparelhos: uma alta de 20%.

Em market share, de acordo com a Strategy Analytics, o mercado está assim:

• Samsung: 20,1%
• Huawei: 14,4%
• Apple: 13%
• Xiaomi: 9,2%
• Oppo: 8,7%
• Outras: 34,7%

A venda global de smartphones caiu 8% no terceiro trimestre de 2018 em comparação com o mesmo período de 2017: foram 360 milhões contra 393,1 milhões. Tim Cook, CEO da Apple, já falou sobre fraquezas macroeconômicas em países emergentes que podem afetar os negócios da empresa. Com menos aparelhos sendo vendidos e uma concorrência cada vez mais acirrada, as empresas não terão vida fácil.

[Samsung, IDC, Strategy Analytics via The Verge]