A Microsoft deve renovar sua linha Surface nos próximos meses. Mas com base em alguns novos rumores, além de atualizações e melhorias nas especificações dos aparelhos existentes, a Microsoft também pode lançar uma nova versão mais acessível de seu Surface Laptop.

De acordo com fontes que falaram com o Windows Central, este novo dispositivo (que atende pelo codinome Sparti) é basicamente um Surface Laptop Go. Ele combina um chassi “um pouco menor” do que o do Surface Laptop padrão de 13 polegadas com componentes mais baratos usados ​​no Surface Go 2.

O resultado é um notebook com preços mais acessíveis (para os padrões dos EUA), começando na faixa de US$ 500 a US$ 600.

Há rumores de que as especificações incluem uma CPU Intel Core i5 ligeiramente mais antiga, de 10ª geração (e não a mais recente, de 11ª geração), 4GB de RAM e um SSD de 64GB para o modelo básico, com o sistema pré-instalado com Windows 10 em modo S.

Esses 64 GB de armazenamento parecem incrivelmente pequenos para um laptop em 2020 (mesmo nessa faixa de preço). Talvez a Microsoft realmente queira que as pessoas adotem o OneDrive.

A fonte do Windows Central afirma que a Microsoft não vai abrir mão de nada em relação ao design do Sparti. Ele deve apresentar a mesma construção minimalista e leve vista nos Surface Laptops anteriores.

No entanto, eu não ficaria surpreso se a empresa optasse por usar outros materiais no corpo do aparelho além de sua liga de magnésio e deixasse de lado certos confortos como o deck de Alcantara disponível em alguns modelos do Surface Laptop 3.

A categoria de notebooks baratos teve um aumento de demanda, já que mais pessoas estão trabalhando e estudando de casa. O Sparti parece ser uma ótima maneira da Microsoft preencher a lacuna entre o Surface Go de US$ 400 e o Surface Laptop 3 de US$ 1.000, além de criar uma alternativa acessível a produtos como o Pixelbook Go e o Lenovo Yoga C740.