A era dos smartphones dobráveis teve um início difícil. Então, quando rumores começaram a dar conta de que a Motorola estava revivendo a linha Razr com um display que dobra, pareceu uma proposta no mínimo arriscada. Mas só recentemente um vazamento de uma atualização do Razr apareceu na web, e alguns dos medos iniciais foram rapidamente deixados de lado por causa de uma imagem. Tudo isso porque o aparelho parece bem bacana.

A imagem vazada, que foi descoberta pelo SlashLeaks, mostra um telefone que parece uma recriação muito fiel do Razr V3, um dos telefones mais populares do início dos anos 2000. A diferença é que este novo, em vez de um teclado T9, o interior conta com um display flexível que abrange todo o comprimento do telefone.

Moto Razr V3Bateu a nostalgia aí? Este é o Moto Razr V3 clássico. Crédito: Sam Rutherford/Gizmodo

Parece que a Motorola manteve até o queixo volumoso do V3. Enquanto isso, na parte de cima do display, há um novo recorte do novo fone de ouvido do Razr. No entanto, não parece ter uma câmera selfie dentro do telefone — ou, se tem, ela está escondida. Não ter a câmera seria uma escolha ousada.

Baseado no que ouvimos, há uma boa chance de que este seja mesmo o produto final. A Motorola não retornou imediatamente um pedido do Gizmodo para comentários sobre o aparelho.

As dimensões da tela interna da nova versão do Razr parecem ser bem equilibrados entre a dobra e o tamanho do telefone, mantendo-o próximo a uma proporção 19:9 ou possivelmente 21:9. Isso poderia tornar o novo Razr menos complicado de usar do que outros telefones dobráveis, como o Galaxy Fold, com um formato 4,2:3, e o Huawei Mate X, que apresenta um aspecto mais quadrado com formato 8:7,1.

Mas talvez a coisa mais interessante neste vazamento do Razr, considerando os problemas enfrentados pela Samsung com o Fold, é a dobradiça no meio do telefone, que parece substancialmente mais fina do que qualquer coisa que já vimos em um smartphone dobrável até agora.

Não só existe preocupação quanto à durabilidade de telefones dobráveis, mas também de que o Razr conte com uma dobradiça com um espaço, como a do Galaxy Fold. Se tiver, poderá influenciar nas dimensões finas e compactas do telefone. Dito isso, como demonstrado em uma apresentação da Sharp no início deste mês, é possível, pelo menos para esconder a lacuna para criar um design mais elegante e simplificado.

Moto Razr V3 de fremteO V3 tinha uma tela externa e uma câmera. Sam Rutherford/Gizmodo

Isso porque, diferente do Galaxy Fold ou do Huawei Mate X, a versão atualizada do Razr não está realmente tentando ser um dispositivo que ofereça uma tela extra grande. Em vez disso, ele está indo em outra direção, oferecendo algo significantemente menor e mais portátil do que os aparelhos de vidro que temos hoje, mas que podem ser dobrados para oferecer algo parecido com uma tela de “tamanho normal”.

Outro recurso importante que esta imagem vazada não mostra é se o novo Razr tem alguma tela na parte de fora do telefone, como rolava com o original. Como o design deste novo é muito parecido com o V3 que a gente já conhece, então parece ser uma aposta bastante segura que tenha algum display menor na parte exterior.

No entanto, com os rumores anteriores dando conta de que a nova versão do Razr V3 custaria cerca de US$ 1.500, parece que é uma quantia muito alta por um aparelho cuja principal vantagem é caber tranquilamente no seu bolso. Mas, baseado no que vimos com este vazamento, se (e este é um “se” muito grande”) a Motorola conseguir fazer um Razr V3 que se pareça com este da foto e funcione como anunciado, mesmo com um preço caro, é provável que haja pessoas interessadas em um telefone Flip reimaginado e atualizado com a melhor tecnologia de 2019.