O caso da adolescente que foi estuprada por mais de 30 homens é revoltante, mas a verdade é que a violência contra a mulher é algo que acaba fazendo parte do nosso dia a dia, sem que muitos percebam. Pegue, por exemplo, letras de músicas: muitas delas tratam de abuso e violência contra a mulher como algo natural, e sendo a música um retrato da sociedade, dá para dizer que essas coisas acontecem ao nosso redor o tempo inteiro, sem causar muita comoção na maior parte das vezes.

O projeto Músicas de Violência, feito em parceria entre o Estadão, a FCB Brasil e com apoio do Disque Denúncia do Rio de Janeiro, usa o Shazam para identificar letras que falem sobre abuso contra a mulher. E, além de exibir a letra, ele também mostra um aviso de que mulheres sofrem esse tipo de abuso todos os dias, com um áudio de um depoimento de uma vítima de violência contra a mulher falando sobre o abuso sofrido.

Foram selecionadas mais de 300 músicas – nacionais e internacionais – que de alguma forma abordem o tema de violência contra a mulher, e cada uma dessas músicas tem um depoimento de uma mulher que sofreu a violência que está na letra.

Segundo a Organização das Nações Unidas, sete em cada mulheres no mundo já foram ou serão violentadas em algum momento da vida. É um problema sério que a sociedade precisa solucionar, e projetos como esse ajudam a conscientizar as pessoas de que a violência contra a mulher não só existe como é bastante comum.