O programa de recompensas Nubank Rewards ganhou novidades nesta semana. A partir de agora, o sistema de conversão de pontos mudou e ficou mais simples. Além disso, foram adicionados quatro novos parceiros e qualquer compra classificada como “Restaurantes” também poderá ser abatida da fatura. Por fim, será possível transferir pontos para adquirir milhas da Smiles em 2019.

• Novo cartão do Nubank é compatível com débito, mas não comemore
• Nubank recebe investimento de gigante chinesa e é avaliada em US$ 4 bilhões

O Rewards continua convertendo cada R$ 1 em um ponto – e vale, inclusive, para compras feitas em dólar, e o valor é convertido automaticamente. A novidade no sistema de conversão é a simplificação da tabela – antes, cada serviço dependia de uma pontuação diferente:

Para passagens aéreas ou gastos com a MaxMilhas, cada 80 pontos apagam R$1 gasto com bilhetes aéreos (compradas em qualquer data, horário e companhia);

Para restaurantes, hospedagem ou serviços parceiros do Rewards, cada 100 pontos acumulados apagam R$1 real em compras.

Foram adicionados quatro novos parceiros: Airbnb, Ingresso.com, Petlove (pet shop online) e Liv Up (comida congelada). Outra novidade é a adição de qualquer estabelecimento classificado pelo app como “Restaurantes”.

Além deles, é possível usar os pontos em compras feitas no iFood, Rappi, Amazon, Uber, Cabify, Netflix, Ingresso Rápido, Evino, AMARO, Nike, Microsoft, em qualquer diária de hotel e mensalidades de streaming de música (Spotify, Deezer e Apple Music).

O Nubank anunciou também que, a partir de 2019, os usuários do Rewards poderão converter seus pontos para milhas Smiles. A taxa de conversão ainda não foi revelada, mas a transferência estará disponível no primeiro trimestre de 2019.

Os usuários do Rewards que juntarem 3 mil pontos (gastando R$ 3 mil) vão receber o novo cartão de crédito, com visual diferente e tecnologia contactless.

Como usar o Nubank Rewards


Para entrar no Nubank Rewards é preciso pagar uma anuidade de R$ 190 à vista, ou 12x de R$ 19,00 (R$228/ano) – os primeiros 30 dias são gratuitos, e a adesão é completamente opcional; quem não participar do Rewards continua sem pagar a anuidade.

Para saber se o programa vale a pena para você, veja quanto você gasta no cartão todos os meses e quais são os itens que poderia deixar de pagar com as recompensas.

Com a nova tabela, essa conta ficou mais fácil: se você assinar o plano mensal, por exemplo, precisará gastar R$ 1.900 (ou seja, acumular 1900 pontos) para não ficar no prejuízo e poder apagar uma compra de R$ 19. Se você optar por pagar a anuidade à vista, precisará gastar R$ 1.600 todos os meses para pelo menos ficar no zero a zero.

O Rewards pode realmente valer a pena se você gasta muito no cartão de crédito. Inclusive, esse era o objetivo do Nubank com o programa: atrair os clientes que gastam mais e fazer aqueles que possuem mais de um cartão migrar suas despesas.