Quem ficou acordado na madrugada desta sexta-feira, 19 de novembro, para observar a Lua viu um verdadeiro espetáculo. O eclipse lunar parcial mais longo dos últimos 580 anos pôde ser observado em diversos lugares do Brasil. Normalmente, os eclipses duram poucos minutos, o desta sexta foi visível por mais de três horas.

Em algumas partes do Brasil, a chuva e o tempo nublado atrapalharam os planos de quem esperava ver o fenômeno. O eclipse foi parcial porque a sombra da terra cobriu 97% da superfície da Lua, e para ser classificado com eclipse total, a sombra do planeta azul precisa cobrir totalmente nosso satélite natural.

De acordo com a NASA, o próximo eclipse parcial com duração tão longa quanto este só poderá ser observado novamente em 2669, o fenômeno deve durar cerca de 3 horas e 30 minutos.

Um eclipse acontece quando Terra, Sol e Lua se alinham de maneira que a passagem da luz solar que normalmente atinge o satélite natural é obstruída, formando uma sombra que pode ser observada na superfície lunar. A tonalidade avermelhada é possível porque a luz do Sol passa através da nossa atmosfera e é afetada pela sombra da Terra. Neste fenômeno, as luzes de tons mais avermelhados passam com maior facilidade, o que causa esse espetáculo raro.

Confira as melhores fotos do eclipse a seguir:

Imagem: Pyotr Dubrov

 

 

Imagem: Pyotr Dubrov

 

Imagem: Andrew McArthy
Imagem: Andrew McArthy

 

 

Acompanhe as atualizações

Assine a newsletter do Gizmodo