O pinguim-imperador se mantém quente com camadas de penas e gordura do corpo. Todo mundo ouviu isso de Morgan Freeman anos atrás. Exceto que novas imagens termais mostram que grandes partes do corpo dos pinguins são na verdade mais frias que o ar abaixo de zero ao redor delas.

Espera um pouco, como assim? Aparentemente é por causa de resfriamento radiante, o que é essencialmente o céu sugando o calor da Terra ou do seu corpo em uma noite. Em pinguins, este calor está sendo tirado da sua plumagem. O que significa, basicamente, que para se manter quente durante a noite, os pinguins andam usando pelagens que são mais frios (quatro a seis graus Celsius) que o ar gelado ao redor deles. O corpo deles mantém uma temperatura de cerca de 39 graus Celsius – o calor radiante do revestimento protege eles.

Um especialista da Universidade de Indiana sugeriu que as temperaturas encontradas na superfície dos pinguins não são tão frias como parecem, mas não deixe isso tirar a imagem de adoráveis pinguins andando por aí com pelagem adoravelmente congelante. [Biology Letters via Wired]

pinguim