007: Sem Tempo para Morrer, lançado este ano, foi o último filme do ator Daniel Craig no papel do agente James Bond, após 16 anos dando vida ao lendário personagem.

Após o lançamento e a informação de que Craig não faria mais parte do elenco, muitos atores e atrizes de diversas partes do mundo falaram do desejo de abraçar esse papel. Entretanto, Barbara Broccoli, a produtora do filme, já avisou que o próximo 007 deve ser um homem britânico novamente.

Em entrevista ao Hollywood Reporter, Barbara Broccoli afastou qualquer rumor de que James Bond poderia ser interpretado por uma mulher, por exemplo.

“Acredito que será um homem, porque não acho que uma mulher deva interpretar James Bond. Podemos criar personagens femininas marcantes, e não apenas tê-las desempenhando papéis masculinos,” afirmou Broccoli.

E ainda acrescentou: “Não acho que há papéis suficientes para as mulheres, e é muito importante que façamos filmes sobre mulheres, e para mulheres. Bond deve ser britânico, de qualquer etnia ou raça”.

Pouco antes da estreia, Daniel Craig também falou sobre seu substituto, ele e a produtora compartilham da mesma opinião. Segundo o ator, mais importante que uma mulher assumir o posto do 007, era a criação de personagens “tão bons” quanto o de Bond para ser vivido por atrizes.

Assine a newsletter do Gizmodo

007 – Sem Tempo para Morrer (2021) chegou aos cinemas brasileiros em 30 de setembro.

A produção marcou a despedida de Daniel Craig no papel do protagonista James Bond. O filme ainda se consagrou como a produção mais longa da franquia, chegando a 2 horas e 43 minutos de duração.